25/06/2013

Voltar a olhar nos olhos é preciso!

As redes sociais revolucionaram o Mundo! Disto já toda a gente se apercebeu. Mas se tem vários aspectos positivos como a comunicação fácil e rápida, também faz com que as pessoas se afastem umas das outras. Mesmo que falem entre elas várias vezes ao dia.
As pessoas não se olham nos olhos e por isso, não têm pudor. Insultam-se e agridem-se com mais facilidade. Acham-se donas da verdade numa exibição "pública" de valentia ao confrontar o interlocutor (pode usar-se este termo quando o diálogo é apenas escrito?) com agressões.
Também é facto que o povo anda a fervilhar por dentro. 2013 tem sido o Annus Horribilis da nossa História, pelo menos para a minha geração, e por isso, explodem com muito mais facilidade.
Há alguns grupos de Mães no Facebook onde, mulheres como eu, que têm filhos e que trabalham e que são humanas, expõem dúvidas. Não apenas sobre maternidade, mas sobre assuntos banais do dia-a-dia. - Como é que eu tiro nódoas de morango?
- Onde é que arranjo um vestido barato?
- Como é que fazem a sopa do bebé de 5 meses?
- Restaurantes giros?
E assim se vão partilhando informações bem giras e úteis.
O problema é quando o assunto é polémico. Amamentação, castigos e palmadas, método Estivill, and so on... Há pessoas que se exaltam, em vez de defenderem ideias, impõem-nas. Falam alto! Eu sei... É escrito! Mas dá bem para perceber... Fico chocada com a falta de pudor, de educação e de noção de algumas pessoas... Chegaram mesmo a afirmar que algumas mães não deviam ter filhos por fazerem isto ou aquilo! E isso deixa-me triste! Não o facto de uma ou duas mães terem achado que eu não devia ter tido filhos só porque apliquei o Método Estivill ao meu filho (hahahahaha coitadas!), mas o facto de as pessoas hoje em dia acharem que podem falar sem filtrar, cuspir palavras à velocidade dos pensamentos. Isso é assustador... Só porque se sentem protegidas pelo monitor do computador e pela internet sem fios? Se estivéssemos à mesa e beber um chá, elas falariam assim? Olho no olho? Cheiro com cheiro? Precisamos de voltar a tocar uns nos outros, a olhar nos olhos quando conversamos. E volta e meia, tentar calçar a bota do outro antes de criticar. Dentro da casa de cada um ninguém sabe o que vai lá dentro. Por muito que não concordemos com esta ou aquela decisão, todas as mães do Mundo querem o melhor para os filhos (já sei! Quase todas!...) e conhecem os filhos melhor que ninguém. Então, em vez de atacar, tentemos compreender, se não conseguirmos, aceitemos. Com educação...

15 comentários:

Mum's the boss disse...

clap clap clap!! De pé!

Mum's the boss disse...

clap clap clap!! De pé!

Sílvia disse...

Não acrescentaria nem mais uma vírgula!
Parabéns pelas tuas palavras!

Cada família sabe o que é melhor para os seus, por mais que mais ninguém concorde ;)

Beijinhos

Cailin disse...

concordo a 100%! e outra coisa que me irrita solenemente é que o fb veio banalizar tudo. seja o dia da mãe ou um vídeo que um dia achamos bonito. não tem conta peso e medida em nada!

Maria João Piñeiro disse...

Concordo na íntegra! bjs.

Ana Maldivas disse...

Nem mais!!!

Bruxa Mimi disse...

Eu pertenço ao grupo das Mães e também acho que às vezes se exagera na forma de se expressar. Penso que nunca o fiz (exagerar). Acho que há outro problema com a comunicação via internet: é que, por vezes, não há mesmo qualquer "presunção" da parte de quem escreve, mas as palavras não saem as melhores e são mal interpretadas. Como, cá está, falta o imediatismo da resposta visual, que num frente-a-frente levaria a que a pessoa que falara reformulasse o seu comentário, cria-se uma bola de neve de mal-entendidos, com comentários de outras pessoas metidos pelo meio, que é muito difícil resolver a bem.

Tia Cocas disse...

Não podia estar mais de acordo...mts pessoas mostram apenas uma parte do que fazem e sentem, mostram a apenas aquilo que supostamente é "bonito" e fica bem, é politicamente correcto. São opções, querem apenas partilhar uma parte, ok...não podem é criticar quem expõe a realidade, quem diz o que realmente pensa e sente...que na maioria das vezes é comum a todos e todas...

Anónimo disse...

E este MUNDO seria bem MELHOR.


Beijo.
Maria

Jo disse...

Tens toda a razão. Assisto a cada coisa no FB, a cada 'conversa', troca de galhardetes, insultos...

sof* disse...

olha sabes o que eu digo, é fugir desses ajuntamentos!
o mulherio é um bicho muito estranho :DD

keep on ;)

Sandra Gois disse...

Meu Deus como concordo consigo mamã! Tiro-lhe o chapéu!!

Raquel disse...

Gostei do que li e concordo !

Little M. disse...

Perfeito! Tenho pensado nisto nas ultimas horas...nesta falta de pudor, de educação... Nesta falta de relações verdadeiramente humanas. ;)

Anónimo disse...

Quem não tem educação também não a pode ter no fb...