02/01/2010

Ídolos



Hoje comecei a ler o "O Grande Livro da Criança" do Dr. Thomas Berry Brazelton, o guru dos Pediatras que a minha Avó me deu no Natal. Este é um livro para se ler, para se ir lendo e sobretudo, para se ir relendo. Fala do desenvolvimento da criança abordando todos os aspectos desde o desenvolvimento físico e neurológico até à disciplina, hábitos de higiene, saúde, etc etc etc. Uma pequena bíblia que vou guardar religiosamente!

A nível de educação, tenho dois grandes ídolos! Sou fanzérrima do Dr. Brazelton e do Dr. Eduardo Sá já há 10 anos, ou seja, desde os tempos da faculdade, onde tive o primeiro contacto com estes grandes senhores. O primeiro, um pediatra americano e o segundo um psicólogo, pedo-psiquiatra e professor de psicologia. Tive a sorte e o prazer de os conhecer pessoalmente. O Dr. Brazelton numa conferência no Hospital de Santa Maria, onde fiz questão de o cumprimentar no fim e o Dr. Eduardo Sá que nos deu umas aulas de Psicologia Infantil na faculdade. Ambos com um discurso hipnotizante, bebi todas as palavras de cada um e só tenho pena de não os ter ouvido mais vezes. De ambos retirei ensinamentos tão preciosos que os utilizei com as crianças que passaram por mim nos tempos de Educadora e ainda hoje os utilizo com a minha filha. Com o Dr. Eduardo Sá aprendi que a maior prova de amor de um filho é quando ele tem a segurança de nos dizer "Não gosto mais de ti!" num momento de fúria! Recomendo cada livro escrito por ambos.



Para já, fica aqui a sugestão deste meu último presente:


Obrigada Avó pelo livro! Estou a AMAR!!!
****

2 comentários:

ritacatita disse...

Por outra ordem de razões, também comprei este livro.. Depois de Piaget, acho que o Brazelton é o grande "teórico" (mas nada alheado da realidade/prática) da infância. Já o Eduardo de Sá desperta em mim sentimentos contraditórios lol é impossível não gostar dele, o homem é naturalmente querido, empático, amorosooooo lol mas discordo de algumas das coisas que defende...discussão que nos levava longe e alongaria demasiado esta "posta" :)

Beijos e disfruta desse livro que é mesmo para ir sendo lido e apreciado...A Avó Regina está sempre "lá" :)

just me... disse...

Incrivel!!!Ainda há uns dias estive a falar destes dois "gurus" a uns amigos e do privilégio que tive em poder ouvi-los e vê-los ao vivo e a cores! Coicidências ou nostalgia??
Beijinho