16/02/2011

Carta (aberta) ao Sócas

Querido Zé, (desculpa não te tratar por Sr. Eng. ou Prime Minister, mas é que não consigo mesmo... Dar-me-ia vómitos!)
Estás porreiro pá? Olha, por aqui vai-se andando... A merda da tua segurança social, para a qual eu desconto uma parte do meu ordenado, que bem faltinha me faz, está completely bronken! Diz que não tem dinheiro para pagar! E eu vou lá e só me sabem dizer: "Lamento minha senhora, vai ter de esperar! Talvez para a semana..."
"Lamento" é sempre bom! Dá para juntar ao arroz que vou servir ao jantar à minha família! Esperar? Que remédio! Afinal de contas estou de licença de maternidade, tempo não me falta entre fraldas e biberons! O "talvez" é a cereja no topo do bolo! Dá uma certa esperança e ao mesmo tempo não compromete ninguém.
E tu pá? Continuas a ir a Beverly Hills comprar fatos de 10.000,00 €? E os blindados da cimeira, meu? Têm-te dado jeitinho? Diz que vão três para Angola, né? E puseste tudo na factura, ou foi uma parte directinha para o teu bolso?
Já agora, falando nisso, o FMI já te ligou esta semana? Uiiiiiiiiiii que estamos a falar de um assunto delicado! Desculpa lá pegar nisto, mas é que tu e o Teixeira dos Santos andavam a cantar de galo e tão seguros de si dizendo a este povo que não precisavam de ajuda que ficámos logo todos muito mais descansados. Mas, vendo bem a coisa, se calhar enfiavas esse teu orgulho no cú e deixavas os gajos cá virem dar uma ajudinha! Que achas???
É que a malta tem famílias para sustentar! Contas para pagar! Obrigações e responsabilidades, tás a ver? Não sei se sabes muito bem o que isso é... Mas um dia explico-te quando estiver menos irritada e conseguir olhar para essa tua cara nojenta!
Uma coisa que me faz uma certa comichão é ver o empenho que todos tiveram para deitar abaixo o governo no 25 de Abril e agora... Nada!... A malta queixa-se nas paragens de autocarro, nas salas de espera do centro de saúde e da segurança social (hoje até ouvi dizer que iam chamar o BOPE) e pronto! Não passa disso! Cá vamos levando contigo...
Olha fofo! A única coisa que te desejo é que tenhas uma caganeira daquelas de ficar agarrado à retrete, um mês a desfalecer! Que tenhas de pôr baixa de doença súbita para receberes 60% do teu mísero ordenado e que, passados dois ou três meses, tenhas de ouvir: "Lamento senhor, vai ter de esperar! Talvez para a semana..."
Xau!
(também não sou capaz de me despedir com o habitual "melhores cumprimentos", ia ser cínica...)

8 comentários:

Sílvia disse...

Não há forma de lhe fazer chegar estas palavras? Filho da mãe (para não dizer coisa pior...)

Coisinhas Caseiras disse...

ADOREI!!!!!!!!!!!!!!

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

eu nao diria melhor

célia disse...

Bem, rapariga, tu tem cuidado com a tua tensão arterial e não te enerves, que o nosso Sócas não merece, aliás, o que ele merecia sei eu bem, que aqui há tempos esteve aqui em Castelo Branco e teve de sair pelas traseiras do edifício onde estava, porque estava lá um grupinho de malta que lhe queria fazer umas "massagens" ao corpo e vê lá tu, que a polícia não deixou! Temos pena! Só se perdiam as que caissem ao chão.

Catarina disse...

Simplesmente FABULOSO!

Patrícia Teodoro disse...

Bom muito bom mesmo...era fixe que todos fizessemos algo para tenatr mudar isto...uma revcolução à seria é que era e logo eu que não sou nada destas merdas...mas neste momento acho que o melhor é mesmo uma coisa dessas valente. beijos mafriend

Maria disse...

Olha... aqui está uma mulher com "pêlos nas bentas"... assino por baixo!
Eles lá sabem o que é viver com pouco mais do ordenado minimo... ter dois filhos para criar... uma casa para pagar... alimentação... combustivel só e só para ir trabalhar...
Um bando de F da P isso sim!!!!

Beijoquinhas e desculpa as asneiras!

C´est la vie... disse...

lolololol
adorei o Xau