08/05/2016

Manca-te!

O meu filho hoje perguntou-me que idade eu tinha. 
- 33! Não! 34! Espera... 1981... 2016... Ah! Tenho 34 anos!! 

Há um tempo que não conto mais os anos... Não costumo ligar à idade nem sou daquelas que fica a bater mal por fazer mais um ano. O meu último dia de anos também não foi espectacular... Talvez por isso nem me tenha apercebido que entrei nos 34. Em poucos meses passo aos 35! Ficarei a 5 anos dos 40. Bolas! Para onde foi o tempo? Eu tinha 15 anos quando a minha mãe fez 35 anos. Lembro-me como se fosse ontem! E agora, de repente, chegou a minha vez! 
O pior é que não me sinto minimamente adulta. Tirando o facto de ter dois filhos, uma profissão, jantar para fazer, roupa para lavar, um casamento que foi 'pró buraco e contas para pagar. Nada me diz que já sou crescida, adulta e responsável! Acho que estagnei nos 20 e tal... Com a parte boa que entretanto aprendi mais umas coisas. Mas ainda há alturas em que quase peço autorização aos meus pais para dar um passo em frente. Outras em que me apetecia voltar lá para casa e pedir à minha mãe para ir à cama dar-me um beijo de boa noite. E ainda outras em que penso como será quando for crescida. Afinal já cá estou! 
Porra! Daqui a 5 anos estou a meio da vida. Se viver até aos 80, claro! Porque posso morrer antes e afinal já passei o meio...
E ainda com tanto para fazer. Se calhar é melhor despachar-me! Antes que fique com artroses, careca e sem dentes! 

2 comentários:

Mafalda Graça disse...

Ah ah ah! Podiam ser minhas as tuas palavras. Ainda há pouco tempo pensei o mm. Estou quase a meio caminho dos 40 e não me sinto adulta, mas sim uma jovem lol com a diferença que eu já tenho uma artrose no pulso....de mudar fraldas e dar colo aos bebés. Defeitos de profissão :-)

Álex disse...

o pior é que aos 53 pode-se continuar a achar que temos uma cabeças de 30... o que não é mau... ;)