25/12/2016

O meu Natal foi embora!

De casaco vestido, mala em punho e o saco com os brinquedos novos na mão. 

Foi-se o meu Natal em forma de gente. Felizes e aos saltos para os braços do pai onde vão passar a próxima semana. Só os vejo em 2017. 

Sei que vão felizes e sei que vão divertir-se e aproveitar ao máximo. Mas é uma sensação à qual não me consigui ainda habituar. 

Amanhã já estou outra e a aproveitar os dias que vão andar ao ritmo dos meus passos, ao ritmo da minha fome, ao ritmo do meu sono, ao ritmo da minha vontade. 

Todas as mulheres deviam ter direito a uns dias por ano para estarem só consigo. Mas nenhuma devia ter de ver o seu Natal a sair pela porta pelos seus próprios pés. 

7 comentários:

Anónimo disse...

Hj de manhã o meu Natal tb saiu porta fora...5 anos! E eu, separada há dois meses, não estou nada preparada para isto. O meu dia de hoje foi passado em casa, sozinha... Ainda não tive tempo pra me habituar e não me apetecia estar com a família qd o mais importante não estava comigo.

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

Abraço apertadinho!!! <3

Lénia Rufino disse...

Mais uma. O meu Natal também foi para o pai e... Mixed feelings. Por um lado, uma semana ao meu ritmo é música para os meus ouvidos. Por outro... Demasiada solidão. Bah...

Daniela Lopes disse...

Este ano nao tive o meu pekeno comigo....veio do pai ontem....foi um Natal com menos luz pra mim.....

Daniela Lopes disse...

o meu pekeno este ano passou o Natal com o pai :( veio ontem á noite foi uma época festiva com menos luz pra mim

Sofiazinha disse...

Os meus 3 também passaram o 24 com os pais, mas vieram na manhã de 25 para mim e a festa continua. 2017 será ao contrário. Se gosto? Habituei-me.

Beijinhos de força a vocês todas.

Anónimo disse...

Não aguentaria ficar os 2 dias sem a minha, Um ano o 24, outro o 25, Os dois, Não. Se nos habituamos...nunca. Há sempre um dia em que não é Natal. Mas as crianças vão felizes, e é isso que me deixa menos triste. A felicidade dela, é a minha. Beijinhos a nós mãe separadas, que veem o Naal sair porta fora, ano após ano.