22/08/2013

Uma lufada de ar fresco!



Porque o post de ontem foi pesado, eu sei... Mas quero que saibam que estou bem! Mesmo bem! O pior já passou e juro que me agarrei às pequenas coisas que me fazem feliz e é assim que agora olho para trás e nem acredito que passaram tantos meses. Obrigada pelas mensagens e pelo apoio! E agora bora lá levantar o astral deste blog que de repente ficou muito pesado! Mas a vida é mesmo assim. Se fosse tudo cor-de-rosa, onde estaria a graça! ;)


11 comentários:

Sandra Tavares disse...

Estou a passar precisamente o mesmo, separei-me á um mês, tive que mudar de casa, ainda nem do divórcio tratámos.
Mas tenho uma coisa a meu favor , não temos filhos em comum.
Foi dificil de inicio, e quando estava a começar a melhorar ele reapareceu na minha vida, agora saímos de vez em quando, e não sei se me está a fazer bem ou mal, mas vou vivendo um dia de cada vez.
Beijinho, tudo se resolve.

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

Sandra, um mês não é nada! Embora seja a altura mais difícil pois tudo ainda está fresco... Se calhar ainda têm muito para conversar... Desejo que tudo corra pelo melhor, seja qual for o desfecho! Que seja aquele que desejam.
Um beijinho grande

(Nós também só tratámos do div mais tarde. Quando ambos tínhamos a certeza do que queríamos. Muita força! )

macaca grava-por-cima disse...

esse é o espírito kiki!
Bem haja pela partilha.
um beijinho

Anónimo disse...

Já antes o tinha dito,mas agora com mais convicção repito, és uma mulher de armas. Boa sorte e que a vida possa sempre te sorrir. Beijinho grande*
Lu Kerr*

disse...

Apanhaste-me na curva!
Deixaste-me com uma lágrimazinha ao canto do olho com o post de ontem...
Mas és forte, uma menina mulher cheia de fibra!
Um grande beijinho e um xi apertado aos 3 e façam o favor de ser felizes

Maggie disse...

deixo-te um beijinho doce carregado de alegria ;)


Maggie

Sílvia disse...

Cada dia que passa te admiro mais, a sério!
Não sei se teria a tua determinação, a tua força, a tua forma de encarar as coisas, sempre pelo lado positivo... talvez por eles eu fosse capaz disso... mas não sei...
Infelizmente temos um caso na família (bem perto) onde as coisas não estão a correr assim, nem mais ou menos. As filhas são constantemente usadas como arma de arremesso... enfim... uma coisa que me mete nojo (é mesmo essa a expressão) e por isso tenho muita pena que nem todos os casos se resolvam assim, da forma como vocês conseguiram resolver o vosso (pelo que vou percebendo...).
Beijinhos para todos, dois em especial para a Gigi e o Vicente ;)

Carla Isabel disse...

Olá.
Li com muita atenção.
Acho-te 5*.
Só uma MULHER consegue realmente superar assim devagarinho.

Desejo que sejas feliz. Que te sintas amada.

Beijinho doce

Marisa Luna disse...

Olá Kiki!!!
Conheço o teu blog há uns meses e já me tinha perguntado qual seria o porquê do título. No início achei que estarias à espera do terceiro filhote... depois esqueci o assunto e vinha aqui sem reparar no título.
Felizmente nós ainda somos 4... e digo ainda, porque prefiro estar consciente de que ninguém está livre de ter de passar por uma separação, um divórcio.
Quando o meu filhote mais velho tinha 4 anos, passámos uma fase muito difícil e nem sei como a conseguimos ultrapassar. Talvez sejamos os dois teimosos demais ou aquele "amor eterno" seja uma realidade. Não sei.
Sei que és uma mulher linda, de garra e que adoro vir aqui ler o que escreves. Seja um assunto pesado, leve ou assim-assim, é sempre fantástico!
Beijocas

Pam disse...

Não tenho filhos, nem sou casada. Na verdade, sou apenas uma jovem que, felizmente, nunca passou por isto. Mas acredito, sinceramente, que é algo muito duro. Kiki, admiro imenso a forma como levou este assunto e, principalmente, como o abordou junto dos seus filhos. Adoro vir cá ler e, por tudo o que conta e que já conheço de vocês, tenho a certeza que a Kiki e os seus filhos são grandes pessoas! Acredito mesmo! É sempre uma ternura vir aqui ler as suas peripécias com os meninos. Lovely! Força e muitos beijinhos :)

Sónia disse...

Beijo bem doce e para a frente é que é o caminho ;)