17/03/2011

Os Andarilhos não são seguros!

Este texto é um comunicado da APSI - Associação para a Promoção de Segurança Infantil:



A Aliança Europeia de Segurança Infantil e a ANEC, Voz do Consumidor Europeu recomendam que os pais, avós e educadores utilizem alternativas mais seguras que os andarilhos e aconselham os profissionais de saúde a não promover o uso deste tipo de artigo pa...ra crianças. Estes dois organismos europeus divulgaram em Outubro de 2010 uma declaração de posição comum sobre o risco de lesões para crianças causado por andarilhos. Como parceira da Aliança e da ANEC, a APSI é também signatária desta declaração. Em muitos países europeus, como a Suécia, Grécia e Portugal, os andarilhos provocam mais lesões do que qualquer outro artigo de puericultura, causando um número inaceitavelmente elevado de acidentes graves, como quedas, queimaduras e intoxicações. Infelizmente, a maioria dos pais ainda acredita que o andarilho ajuda a criança a andar mais depressa e que é um lugar seguro para a deixar entretida, enquanto realizam outras tarefas. Mas ambas as noções não correspondem à realidade. Os andarilhos podem dificultar a aprendizagem do andar e aumentam o risco de lesões por acidente. A maioria dessas lesões são causadas por quedas, principalmente em escadas, e queimaduras, na maioria das vezes, no rosto e no peito, que podem deixar cicatrizes para toda a vida. Sendo que os andarilhos não são um artigo de puericultura essencial e que o seu uso pode levar a acidentes com lesões graves, os parceiros europeus da ECSA e ANEC decidiram tomar uma posição comum e promover a não utilização dos andarilhos. A Declaração de Posição encontra-se em http://www.childsafetyeurope.org/ e http://www.anec.eu/

© APSI - Associação para a Promoção da Segurança Infantil
Por: APSI - Associação para a Promoção da Segurança Infantil


Não é por acaso que sempre detestei estas coisas e que nunca entrou nenhum cá em casa!


****

5 comentários:

Maria João disse...

Por acaso cá em casa também não há nem irá haver para este próximo bebé!!

Mami ( Sónia ) disse...

Eu não gosto, cá em casa não entrou nenhum para a Sofia nem vai entrar para o Tito.

Marina disse...

Nem em tua casa nem na minha. Abomino totalmente esse artigo. Não é à toa que está proibida a comercialização em alguns países, como o Canadá, e que a Bebé Confort até deixou de fabricar esse artigo. Mas há muito boa gente a comprar e a orgulhar-se da aquisição... Enfim. Eu se quero ter a minha Carmo um pouco entretida enquanto faço alguma tarefa, ponho-a no parque. Brinca e rebola à vontade e não se aleija. Beijos

Ditavora disse...

Só não percebo é porque não são considerados seguros e encontram-se á venda. Deviam retira-los do mercado sendo assim

Anónimo disse...

são tão inseguros , como as espreguiçadeiras, os saltitoes, os cavalos e carrinhos de bebé de brincar da chico etc..cada qual tem os seus problemas proprios para aleijar as crianças..mas é a tal coisa , sem vigilancia td é inseguro para um bebé ou até os maiorzinhos..
eu n gosto de brinquedos e sou fanzérrima das brincadeiras antigas, com terra agua e farinha e pouco mais lol