28/02/2012

"Oh, tão querido!"???

O Luís ontem ficou em casa com o Vicente enquanto as madames andavam pelo Porto (eu a trabalhar, a Gigi a ser lambida, esfregada e amachucada pelas avós, bisavós, tias-avós e tudo e mais alguma coisa). E perguntam: 
- Então e o Vicente? 
- O Vicente ficou em casa com o Luís! Está com varicela.
- E o Luís ficou com ele? Oh, tão querido!

Querido??? Porquê? Porque ficou a desempenhar o papel de pai? Porque pela 2ª vez na vida faltou ao trabalho para ficar com um filho? Não estou a desacreditar o meu maridinho. Mas porque é que os homens são tão valorizados quando fazem uma caganita em casa e as mulheres que fazem a merda toda à volta não são tão queridas?
O pai levanta-se, toma banho e sai de casa.
A mãe levanta-se, toma banho, veste os filhos, dá pequenos-almoços, leva ao colégio e vai trabalhar.
Não é querida?
O pai chega a casa, lava as mãos e vai para a mesa. No fim do jantar põe filha na cama.
A mãe, vai buscar filhos, vai ao super-mercado, vai dar banhos, faz jantares, trata da roupa, da casa e do catano. 
Não é querida?
Os filhos ficam doentes. 
O pai vai trabalhar, vai para Madrid, para Paris, para Londres, para o Brasil e para o fim do mundo.
A mãe falta ao trabalho e fica a medir febres, a dar mimos e a despachar e-mails.
Não é querida?
O pai tem um jantar e telefona a avisar.
A mãe tem um jantar, mas antes avisa o pai com dois dias de antecedência para ele se organizar, vai buscar filhos, dá banhos, prepara jantares e deixa bilhete com indicações, arranja-se, vai jantar e manda dois sms's durante a noite para saber se está tudo bem.
Não é querida?
Bem sei que a culpa não é do pai! Que tem um trabalho exigente e está sempre fora. Mas achar querido aquilo que é normal (e diria até obrigatório) uma mulher fazer, só porque foi um homem que o fez...
Este fim-de-semana deixei filhos e marido e fui à bola! Não fui querida???

****

33 comentários:

Carla Marialva disse...

Oh pá este post podia ter siso escrito por mim!
Clap clap clap para ti.
Cá em casa por norma quem fica com a miuda é o pai, se estou de folga tá arrumado mas a maioria das vezes, graças ao bom Deus poucas, é msm o pai.
Mas acho piada À reação das pessoas quando sabem que ele dá banho,jantar, vai passear com ela , almoça ou janta fora sozinho com ela.
Ponho-me a pensar então e eu já nasci ensinada por acaso?

macaca grava por cima disse...

Na mouche kiki, na mouche!!!

mão da mãe disse...

é esta sociedade machista no seu todo que faz com que, mesmo inconscientemente, se desvalorize o papel da (super) mulher...

muito bom o teu texto, parabéns!

Princesa disse...

É a mais pura das verdades. Se um homem muda uma fralda é logo o maior. Se a Mãe muda as quatrocentas e noventa e nove mil, é o trabalho dela... Que raiva...

disse...

Aqui é igual! Mas o melhor é quando o pai pensa tambem que porque fez o jantar naquela noite jà foi um querido mas eu tambem quero que me digam que sou uma querida!!tambem mereço!

Maria João disse...

Inda hoje de manhã tava a pensar nisso, não sei porquê. Eu recomecei a trabalhar e, geralmente e infelizmente, aos fins de semana e 13h por dia. Obviamente que quem fica com os filhos é o pai. Quem trata do jantar é o pai. No outro dia passou a ferro. Fiquei-lhe muito agradecida, mas afinal de contas tem tanta obrigação quanto eu!

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

É a sociedade em que vivemos!

E sim, queridas somos nós que nem sei como fazemos tudo e ás vezes ainda nos pedem favores!

saudosa disse...

Mais do que ter mesmo de fazer as coisas, o que mais me custa é termos (nós as mulheres) a OBRIGAÇÃO de as fazer... e quando eles fazem qq coisa, estão a ajudar...

Ajudar uma porra, que os filhos tb são deles e tb vivem na mesma casa!!!

Ni! disse...

Eu também sou muito querida :)

Dulce disse...

Tanta verdade! É isso mesmo!... Nós as mães somos o máximo! Um beijinho

Full-time Mom disse...

Foste pois! Adorei este post, do mais divertido! :) Beijinho

Anónimo disse...

Lá em casa ninguém ajuda ninguém! Partilhamos tarefas!!! Vivemos noutra época, trabalhamos os dois. Era o que faltava ser eu porque sou mulher a fazer tudo! O pai dá o banho enquanto a mãe faz o jantar. Enquanto nós mulheres dissermos que os nosso maridos ajudam, também não mudamos mentalidades. O meu marido partilha comigo as tarefas! E acompanha-me ao pediatra e tudo (ah! e também tem um trabalho exigente! é empresário, ou seja, eu tenho horário fixo, ele trabalha as 24h). Micas (e biba o Puorto, carago!!!)

Anónimo disse...

Lá em casa ninguém ajuda ninguém! Partilhamos tarefas!!! Vivemos noutra época, trabalhamos os dois. Era o que faltava ser eu porque sou mulher a fazer tudo! O pai dá o banho enquanto a mãe faz o jantar. Enquanto nós mulheres dissermos que os nosso maridos ajudam, também não mudamos mentalidades. O meu marido partilha comigo as tarefas! E acompanha-me ao pediatra e tudo (ah! e também tem um trabalho exigente! é empresário, ou seja, eu tenho horário fixo, ele trabalha as 24h). Micas (e biba o Puorto, carago!!!)

Dreams and Chocolate disse...

Que belo post ! Concordo!!

A side of me disse...

Adorei Kiki!
Cá por casa também é democrático. Por norma quem faz o jantar (porque se desenrasca melhor que a mãe) é o pai enquanto a mãe trata da roupa, dá um jeitinho à casa e dá banho à piolha. Também já fui à bola e o pai fica com ela, ou programa de gaja que normalmente é a mãe que precisa de ir às compras de roupa e o pai que detesta lojas e centros comerciais fica com a filha de bom grado.
Nós é que temos que mudar as mentalidades.

E no meio disto tudo, as queridas somos nós que somos quase super-mulheres!

liliana disse...

Amei este post!!! Infelizmente, há ainda a pessoas a pensarem assim, sabes? Cá em casa, partilhamos as tarefas, ainda que ele nem sempre cumpra com as dele, por causa do trabalho. Mas cá em casa, é ele quem quase sempre dá banho ao Francisco e trata dele depois do mesmo. E porquê? Porque sai cedo como o catano e chega tarde como o catano. A nós ninguém nos diz que somos umas queridas, porque nós somos mães para isso mesmo, como uma amiga da minha sogra me disse um dia destes. Durante um almoço em família, eu estava a dar o almoço ao Francisco e a minha sogra disse-me para ir comendo porque senão a comida ficava fria. A parva virou-se para ela e disse-lhe "Deixe-a, C., ela é mãe para isso mesmo!" Querida a senhora, não é?

rita.cestmavie disse...

:) És uma querida!!!
Por aqui a coisa tb é democrática, mas obviamente que tende mais para mim!

M de mim disse...

Eu que ainda onteM tive uM arranca rabo coM o Meu "querido" Marido por causa destas coisas , só posso dizer que Me apetece por esta MensageM no Mural lá de casa!
Parabéns!

Duchess disse...

Estou farta de dizer isto.
na cabeça dos homens eles estão a dar uma ajuda e não a fazer a sua parte. E o pior é que é na cabeça dos homens, muitas vezes das mães deles, das nossas mães, das nossas amigas, etc, etc.
É uma sociedade machista mas quem alimenta isso são as mulheres.

Maria de Lurdes disse...

É o machismo muito enraizado, muitas vezes dissimulado, está a custar gerações a passar... Gerações!!

Muito sinceramente, quando uma mãe diz que só ela é capaz de tratar do seu filho, que nem o pai trata tão bem e que por isso acaba por ser ela a fazer tudo ou a chamar a si esse trabalho, está a ser machista, está a alimentar esse machismo latente.

Cá em casa partilhamos tarefas, sendo certo que o meu marido tem horários fixos e não fixos, trabalha mais horas do que eu, que não tenho horário fixo nem tão extenso. Acabo por ser eu a fazer a maior parte das tarefas, mas assim que chega, partilha.

Mesmo aquelas tarefas que eu acho que faço muito melhor que ele, contenho-me muito para o corrigir, porque o certo é que bem ou mal fica feito e ele vai perceber que eu tenho razão!

À primeira vez que me falaram em "ajudar", eu pus logo os "pontos nos is", eu não preciso de ajuda, preciso de partilha de tarefas com o marido!

E ele pode ser um querido à vontade, mas não é por estar a fazer a sua parte, seguramente!

M.P. disse...

Adorei este post! Muito bom mesmo!

Kiki disse...

Obrigada pela vossa participação, apoio, depoimentos, etc e tal! Nós somos realmente umas super-mulheres!
Mas para vir um bocadinho em defesa do meu marido, ele sai de casa às 7h30 e volta às 20h30! É por isso que é impossível ele ajudar-me mais com as crianças. E quase todos os meses vai para fora. Por isso eu fico tantas vezes sozinha com os miúdos. Ao fds, ele faz tanto quanto eu! Aspira, limpa o pó, põe a loiça na máquina, faz camas de lavado, leva a Gigi à natação! :))


E à Xô D. M de Mim, é a nossa nº 200!!! Obrigada! ;))

Beijinhos!!!!!

Titanices disse...

Parabéns pelo post!!! ADOREI!!! Apetece fazer plágio, eheheh!!! Em minha casa é igual, maridão sem horário fixo, trabalha 24/24h e vai para fora constantemente, quando vamos a casa de amigos ou temos visitas em casa ele faz tudo, todos acham um 'must' - Tens um marido que é um querido! Quem me dera ter um como o teu... 'Tá bem, tá!Venham passar uma semana lá a casa e vejam como é no dia-a-dia!!'

Patrícia Teodoro disse...

Acho o maximo elogiarem os papás e a nós???? ah és mãe e por isso nõa fazes nada de mais???pois não babes, mas somos mulheres, filhas, noras, irmãs, sobrinhas, netas, noras,amigas, profissionais,gestoras, contabilistas, cabeleireiras , manicures, cozinheiras, contabilistas e ainda damos uns toques na bricolage...e tudo isto e ainda temos capacidade de pensar em duas coisas ao mesmo tempo e executá-las tb ao mesmo tempo...e ainda sorrimos! SOMOS AS MAIORES MESMO. e as queridas desta vida, s\ao tantas mas tantas...as mesmas que acham o máximo quando os homens engomam a suas camisas

Patrícia Teodoro disse...

Acho o maximo elogiarem os papás e a nós???? ah és mãe e por isso nõa fazes nada de mais???pois não babes, mas somos mulheres, filhas, noras, irmãs, sobrinhas, netas, noras,amigas, profissionais,gestoras, contabilistas, cabeleireiras , manicures, cozinheiras, contabilistas e ainda damos uns toques na bricolage...e tudo isto e ainda temos capacidade de pensar em duas coisas ao mesmo tempo e executá-las tb ao mesmo tempo...e ainda sorrimos! SOMOS AS MAIORES MESMO. e as queridas desta vida, s\ao tantas mas tantas...as mesmas que acham o máximo quando os homens engomam a suas camisas

Patrícia Teodoro disse...

Acho o maximo elogiarem os papás e a nós???? ah és mãe e por isso nõa fazes nada de mais???pois não babes, mas somos mulheres, filhas, noras, irmãs, sobrinhas, netas, noras,amigas, profissionais,gestoras, contabilistas, cabeleireiras , manicures, cozinheiras, contabilistas e ainda damos uns toques na bricolage...e tudo isto e ainda temos capacidade de pensar em duas coisas ao mesmo tempo e executá-las tb ao mesmo tempo...e ainda sorrimos! SOMOS AS MAIORES MESMO. e as queridas desta vida, s\ao tantas mas tantas...as mesmas que acham o máximo quando os homens engomam a suas camisas

Jo disse...

Concordo totalmente com isto!! E foste querida sim senhora :)

mor disse...

Toda a razão do mundo.
Nós mulheres, somos à partida super queridas Mães corujas por causa das hormonas, só pode!
Trabalhamos muito fora de casa (não se diga que o trabalho dos homens é mais exigente, porque não o é) e ainda dentro de casa.
Vivemos no mundo machista e como diz a Maria Filomena Mónica "somos parvas".

Romantica disse...

Palmas palmas e mais palmas para ti!!! Este post está genial!! Parabéns!!!

Melancia disse...

Merecias 2 e até 3 beijinhos por este post! Mas, os piores (entenda-se mais machistas) comentários vêm de mulheres, de outras mães, avós e sogras. E depois há senhores homens que interirizam muito bem esse tipo de comentários e, se inicialmente faziam as coisas com naturalidade, depois de muito lhes encherem os ouvidos com elogios rasgados, já se acham a última bolachinha do pacote!
Um bem haja Kiki!

Su disse...

pfff pfff onde é que eu posso assinar?

Ah aqui em baixo.

assinatura:
Su Maria

Isa disse...

Concordo a 300%. É o que eu digo, a mãe tem a obrigação o pai faz quando pode!
Beijinho

Isa disse...

Concordo a 300%. É o que eu digo e que ninguém entende. A mãe tem obrigação o pai faz quando pode. Beijinho