05/09/2013

Vicissitudes de uma maternidade!

Ontem tive um dia duro... Foi o primeiro dia de escola deles. Depois de ter estado 3 maravilhosas semanas seguidas com eles em casa. Entre praia, parque, separá-los, fazer pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar... Explicar-lhes 20 vezes que não se bate na mana, nem se bate no mano, que é para emprestar, que não é para saltar em cima do sofá nem da minha cama, que lavar os dentes é preciso e pentear também... Basicamente já não os podia ver à frente em algumas alturas do dia!
De forma que foi a custo que ontem os fui deixar na escola. (Quando passei o portão para fora da escola, imaginei-me a dar um salto daqueles atléticos e a gritar um YES! com o braço no ar) E ainda por cima sem trabalho, ainda me custou mais... Tive que me dividir entre um shopping com a minha mãe de manhã (quando as saudades deles começaram a bater...), um almoço com amigas (em que vais contando como correu o primeiro dia e a saudade começa a apertar ainda mais), praia com outra amiga à tarde (Desapareces da praia às 16h porque precisas de os ir buscar cedo só para os abraçar). Uma canseira!
Fomos fazer as compras para a festa dela. Até se portaram bem. Apesar dela achar que se vai casar em vez de fazer 5 anos e por isso queria convidar 300 pessoas e servir tostas com salmão no cocktail de entrada. À noite, estranhamente, depois de um dia inteiro sem eles e na galderice, não aguentava com uma gata pelo rabo!
Caí redonda no sofá... So shame on me! Depois acordo com duas crianças mijadas na cama às 3h da manhã. Não sei qual foi o fenómeno... Nunca fizeram xixi na cama! E hoje fizeram os dois à mesma hora. Combinaram de certeza! 
Acordo atrasada. Enfio os leites pela goela abaixo de cada um enquanto vou tratando do outro. Nem lhes dou hipótese de querem alguma coisa ou não quererem alguma coisa. É aquela roupa, é aquele pequeno-almoço. Hoje não há tempo para desenhos-animados!
E depois de vestires as criancinhas, pões o creme Mustela e a colónia Denenes. Ele vai de risca ao lado com o cabelo húmido. Ela vai com uma melena de cabelo apanhada com um elástico por cima da orelha. Mandas as encomendas com o pai que os veio buscar para levar ao colégio. Fechas a porta com os bofes de fora por os teres arranjado em 13 minutos e meio. Suspiras e pensas: Bolas! Isto é tão bom!

13 comentários:

Anónimo disse...

Quando os meus filhos estavam no infantário, enquanto eu não estava a trabalhar nunca q os levav para a escola. Qual é a obrigação????

Alguma vez eu conseguiria ir para a praia e deixar os meus filhos no infantário.....

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

Olhe, nem sabe o que perde! ;)

Anónimo disse...

Então a escola onde estavas era tão boa e gostavam tanto de ti e não te contrataram outra vez?

Anónimo disse...

Ainda fico parva com a quantidade de gente que gosta de opinar ( entenda-se dizer mal) sobre a vida dos outros. O pior é que não deixam o contacto. ..sempre lhe podíamos mandar uma roupinha para lavar e passar. Irra gente sem vida
Carla

Kiki - Família de 3 e 1/2 disse...

hahahaha Anónimo das 10:09! A sério???
Gostavas que eu te falasse dos detalhes sórdidos da minha vida, não gostavas?... ;)

Anónimo disse...

Eu não concordo consigo mas não a critico... Devia aprender a fazer o mesmo, seria certamente mais feliz!
Ana Gomes

Anónimo disse...

Kiki, espero que tenha um dia maravilhoso, e que até às 16h aproveite para fazer o que lhe der na real gana (seja, tratar dos afazeres domésticos, passear, dormir, pensar nos filhos, ir à praia...).
Eu por aqui farei o mesmo ;)
Beijinhos,
Ana Gomes

Claudia Paulo disse...

... Sinceramente acho muito triste que alguém se dê ao trabalho de destilar puro veneno e antes da hora do almoço... Tristeza!!!!

Beijos grandes minha Querida!!!! Rápido, rápido vais voltar à loucura!!! Saudades

Anónimo disse...

Gentinha mal amada,
Kiki da-lhe e diverte-te na praia há há há ...

Anónimo disse...


Bem respondido Kiki! Só quem não experimentou não sabe como é bom estar na praia com os filhos no colégio a acumular vontadinha de os ir buscar. Colégios não são depósitos, têm actividades programadas e brincam com outras crianças, faz muita falta. Faz muito bem!
Espero que encontre trabalho depressinha:)

Maria David disse...

Bom dia! Sou seguidora do seu blog já à algum tempo e revejo-me em muitas das situações que nos conta. Nunca comentei mas, hoje não resisto. Como é que alguém tem a audácia de julgar outra pessoa só por não concordar com o seu ponto de vista e de uma forma tão...(aqui pode utilizar o adjetivo que quiser). Faz muito bem em divertir-se. Também trabalho no ensino e fiquei um ano sem colocação. O meu filho também ficava um ano sem ir à escola? Além disso nós precisamos do nosso tempo, só para nós e mais ninguém.
Força!
Maria David

Joana Caria disse...

Fiquei a conhecer o seu blog através de uma amiga minha que a segue há algum tempo,e que disse que o que eu estava a passar era perfeitamente Normal... se não que lesse o "familia de 3 e 1/2".
Obrigada por me fazer sentir uma mulher normal!!!! Com todas estas vicissitudes, com todo o embróglio da nossa vida, apenas sabemos uma coisa.... que os Amamos muitissimo! Força e obrigada pela inspiração!!!

Joana Caria disse...

Fiquei a conhecer o seu blog através de uma amiga que a segue há já algum tempo, e que me disse que o que eu estava a passar era perfeitamente normal.... se não que lesse os seus posts.
Muito obrigada por conseguir colocar por palavras tão sensatas e bem escolhidas, tudo aquilo que sinto... Com todas as vicissitudes, com este novo estranho modo de vida. Força!!!! e Obrigada :-)