14/09/2009

De regresso ao trabalho...

Hoje voltámos ao trabalho...
Voltei também ao horário completo. A Luisinha fez um ano e já não tenho direito à redução de horário. Por isso tive de a deixar mais cedo na escola para chegar a horas ao escritório. Eram cerca das 8h30 quando chegámos. Ela estava feliz ao passar o portão. Espetava o dedo em direcção às crianças que passavam e abanava-se toda. Quando chegámos à sala, a situação mudou de figura. Não quis ir ao colo da educadora e começou a chorar. Tentei despedir-me dela, mas ela agarrava-se ao meu pescoço para voltar para o meu colo. A educadora pediu-me para sair e eu acedi. (a minha experiência como educadora dizia-me que também era o melhor, mas o coração de mãe pedia-me para a pegar de novo no colo) Fui guardar a mochila dela e fui, devagarinho, espreitar para dentro da sala. Estúpida!!! A Lulu estava sentada no chão ao lado da educadora e olhava para a porta a chorar. Talvez na esperança que eu aparecesse. Assim que me viu, começou a chorar ainda mais.
Saí de lá com o coração pequeninooooooooooooo. Estive o dia todo a pensar nela. Doida de saudades e cheia de culpa.
Logo hoje a minha mãe não a pôde ir buscar e ela teve de lá ficar até às 18h... Saí do escritório que nem uma flecha!!! Felizmente não havia muito trânsito.
Ela estava feliz e bem disposta. Agarrou-se logo a mim, tão contente por me ver. Senti um alívio enorme! Respirei fundo pela primeira vez neste dia inteiro...
Namorámos muito em casa! Beijos, abraços, brincadeiras até ela não aguentar mais. Agora dorme feliz e descansada.
****

3 comentários:

Mafalda disse...

a minha hoje não foi à escolinha, ficou com os papás em casa, mas nem quero pensar em amanhã quando a deixar! a Madalena faz essa cena todos os dias! custaaaa taaannntttooo!!! :(
e a parte do namoro 'pós-creche', cá em casa é igual! tento compensá-la com beijos e mais beijos por deixá-la aquelas horas ali! nem quero pensar quando começar a trabalhar.
olha, um beijinho grande e força! (para as duas)**

Patrícia disse...

Deve custar muito, muito mesmo. Um beijinho

aNa disse...

Mãe sofre!...
Mas elas ficam óptimas durante o dia!
A minha hoje praticamente não chorou...e não reage ao choro dos outros miúdos o que as educadoras e auxiliares acham o máximo.
Custa...mas passa!...e o fim de semana está quase aí!!!
BJUS