25/08/2010

Alimentação

Ando a desesperar com a alimentação desta criança...
Ao pequeno almoço tenho de inventar mil números para ela beber o leite! Já tentámos pelo biberon, pelo copo, pela palhinha. Se beber 100ml, faço uma festa! Não come pão, nem bolachas e as fatias de queijo que ela adorava, também já não vão lá! Papas é para esquecer! E iogurtes é só de vez em quando...
É raro conseguir fazer com que ela almoce! Normalmente lá consigo enfiar-lhe dois iogurtes pela boca abaixo.
Ao lanche, em que eu penso que ela já deve estar esfomeada, lambe a manteiga e deixa ficar o pão. Já percebi que, às vezes resulta se eu fingir que o lanche é meu. Ela quer sempre o que eu estou a comer. Mas se lhe puser exactamente a mesma coisa à frente, ela não come... Sumo não vai e dar iogurtes outra vez, custa-me... (mas ela tem de comer alguma coisa!)
O jantar é a única refeição mais ou menos de jeito e mesmo assim tem de ser com desenhos na TV, o pai a fazer teatros, eu a cantar e mil bonecos em cima da mesa...
O que é que se passa? Será do calor? Do ritmo das férias? O que vale é que a criatura tem boas reservas! Dentro de uma semana volta à escola e com isso, voltamos ao ritmo normal e às rotinas. Espero que o apetite acompanhe esse regresso!
****

1 comentário:

m.a. disse...

a minha também tem dias assim! eu acho que é das férias e do calor. quando estivemos no algarve era um martírio para ela comer, andava sempre preocupada e depois, ao jantar, quando pensava que ela ia comer melhor por ter andado o dia todo a 'petiscar' coisas mínimas, qual quê... mandáva-me comer a mim. Agora, que está com os avós quase há 2 semanas, come que se desunha!
ou seja, a minha filha só come bem na casa dos outros! porque connosco é um filme de todo o tamanho ;)
e com o pão com manteiga é igualzinha..
(são todos da mesma 'fábrica') ;)