25/08/2010

Ética Desportiva dentro de casa...


Cá em casa vivemos um dilema constante: o pai é sportinguista, eu sou portista. Mas enquanto o pai vibra nos jogos e pronto, eu só não tenho a fotografia do Pinto da Costa na mesinha de cabeceira porque não quero que o marido vá dormir para o sofá. De forma que, em relação à educação futebolística da nossa filha, temos, obviamente algumas divergências! Apenas concordamos numa coisa: se ela for do benfica, mandamo-la para o Cambodja, ostracizada pela família!

As minhas tácticas têm sido bastante mais eficazes! Prova disso é que, a Gigi grita Pôto!!! (com os braços no ar) quando vê uma bola de futebol ou um jogo na televisão. Quando se trata do sporting, bate umas palminhas quando o pai pede.

Tento sempre alimentar a devoção pelo FCP sem dizer mal do sporting, apenas por uma questão de ética e fair play (e algum respeito pelo pai), mas há coisas que não consigo controlar:


Pai - Sportingggggggg!

Gigi - (ao meu colo) É cócó!!! - olhando-me com cara de nojo...

Eu - Oh... O benfica é que é! O sporting não é cocó!

Gigi - É pum!


****

1 comentário:

m.a. disse...

ahahaha, lá em casa não há dúvidas: a miúda terá de ser do sporting! a não ser que o meu pai, benfiquista, lhe faça uma lavagem cerebral! ;)