02/06/2011

Os lugares e os não lugares

Ando há que tempos para escrever este post!!! Mas, curiosamente, ou não, só me lembro disto no carro!
Há uns anos atrás, nas aulas de antropologia na faculdade, demos uma matéria que falava sobre os lugares e os não lugares. A nossa casa é um lugar, o nosso carro é um lugar, o nosso escritório é um lugar, o café onde vamos todos os dias é um lugar. Ou seja, são lugares todos os locais que fazem parte do nosso dia-a-dia e que nos dizem algo, que nos são familiares. (espero estar a explicar isto bem! Se a prof. Rita visse isto ia ficar mesmo feliz!!! hehehehe) Depois há os não lugares! E os não lugares são os locais por onde passamos de relance e que não nos dizem nada. Onde vamos uma vez por breves instantes e, num instante, os apagamos da memória. Uma casa-de-banho de um posto de abastecimento por exemplo, uma paragem de autocarro, um restaurante numa viagem.
Mas há os não lugares que passam a lugares! E é aí que quero chegar... Um local que é um típico não lugar é uma portagem! Mas uma portagem só o é se não passarmos lá todos os dias! E eu, que passo todos os dias (mais do que uma vez) na mesma portagem à mesma hora e páro para pagar (não vale insultarem-me por não ter via verde! Eu já sei essa história toda!) com a mesma menina na janela! E aquele não lugar para tantas pessoas, passou a ser um lugar para mim! De tal forma, que era capaz de lhes levar uma caixa de chocolates no Natal! E a simpatia é tanta que às vezes vou mal-disposta e o sorriso dela e o simples: Então os bebés? Estão bons? Tenha um óptimo dia! Boa viagem! são o suficiente para eu pôr um sorriso na cara. E acho imensa graça ela saber que não quero talão e ela ter visto a minha barriga a crescer e ter reparado que, um dia, deixei de ter barriga e seguia com o ovo ao meu lado. Num local que para mim é um lugar, mas, para a maior parte das pessoas não passa mesmo daquilo, de uma portagem...

E fico a pensar: será que perceberam alguma coisa ou fui uma grande trapalhada???


****

6 comentários:

Ana disse...

Ficoou bem explicado sim :)

um ocal é um sitio que nos marca, por uma caracteristica forte ou alguém que nos fica na memoria, um não local é algo por onde passamos e no minuto seguinte já esquecemos, boa?

beijinhos

Marianne disse...

Percebi tudinho (e não tive aulas de antropologia na faculdade). Meaning: explicaste lindamente. Mas olha que para mim, casas de banho de postos de abastecimento são lugares! Sempre que ia ao Algarve em trabalho parava nas mesmas, só porque sim. Já as portagens, são não lugares para mim (tenho via verde, e tal...!).

Mommy Kiki disse...

Oh Yeah!!! Vocês é que são umas excelentes alunas!!! :)))

ana disse...

Sim explicaste muito bem e acho que a todos nós ou pelo menos a uma grande maioria existem não lugares que passam a lugares!

Jo disse...

Marc Augé ;)

Mommy Kiki disse...

Jo,

boa!!! Essa parte já não me lembrava! :)))