12/11/2011

E pronto! Lá fomos nós!

O tempo começou a melhorar e resolvemos arriscar! E foi o melhor que fizémos! O céu estava limpo, não estava frio nenhum e vi uma Golegã como nunca tinha visto!!!
Sem filas para estacionar!
Sem filas para a casa-de-banho!
Sem filas para as imperiais do Café Central!
Sem filas para as caipirinhas da rua dos Correios!
Sem filas para o pão com chouriço!
Sem filas para as castanhas!
Sem encontrões na rua!

Segundo um amigo nosso, as estatísticas apontavam para menos 35.000 pessoas este ano! Será da crise? É que foi mesmo um fenómeno estranho!!! Mas gostei daquela Golegã menos confusa!
Os cavalos estavam lá!
O cheirinho a castanha assada com bosta de cavalo estava lá!
Os amigos estavam lá!

É estranho, mas a Golegã sempre significou muito mais para mim a passagem de mais um ano do que a própria da passagem de ano!

2 comentários:

Nós... disse...

Nunca fui, mas já estive quase para ir... se não fossem os preços dos bilhetes! :(

Beijinhos nossos

Lina disse...

Ola. A Golegã era ponto assente todos os anos até nascer a Pipoca. Agora é sempre preciso reconsiderar se esta bom tempo, se ela esta bem disposta... Enfim, adoro a Golegã e tenho penda de n ter ido este ano nem o ano passado. Adoro os cavalos e as provas, adoro o cheiro a castanhas, os encontroes e... a sopa da pedra!!
beijinhos nossos