16/01/2017

Brancos ou castanhos, eis a questão!

Estava eu a lavar as mãos. Vi um novo cabelo branco espetado ao pé da fonte e  resolvi abrir uma melena de cabelo.

Eu sabia que eles já lá estavam. Já sofri com a sua existência. Não ligo. Acho até uma certa promoção de estatuto. Agora já sou uma pita com cabelo de crescida. 

A única questão é... Agora são milhões! E todos os novos são brancos. Não se vêem a olho nu. Só levantando as melenas. Mas são mesmo milhões. Vá centenas. (A emoção está a tomar conta do meu bom senso.) 

Não sei que faça. Se os pinto, se não pinto, de que cor pinto [se calhar aproveitava para me transformar em loira!] 

Se pintar, tenho de passar a pintar sempre. Se não pintar vou transformar-me numa quarentona solteira de cabeça cinzenta. Não é uma imagem que me agrade.

Esta senhora não cobriu os brancos e casou com o Maverick!


É que a expectativa é esta...


Mas eu tenho medo que a realidade seja esta! 

5 comentários:

Sofia Ferreira disse...

Pinta, pinta!! (faz madeixas que resultam bem!)

beijos

Sílvia Cruz disse...

Madeixas é a melhor maneira de os disfarçar e sem ter de pintar com frequência.

Fátima Vicente disse...

Também sofro do mesmo mal...
Faço madeixas e resulta lindamente, como tenho a sorte de a cor do meu cabelo original ser castanho claro, faço umas madeixazinhas com 2 tons: louro e caramelo e pronto: fico despachada para cerca de 6 meses.

Anónimo disse...

http://observador.pt/especiais/elas-nao-tem-medo-dos-cabelos-brancos/

Clube de Artes disse...

Eu comecei a pintar e agora tenho de fazê-lo todos os meses...e ainda não cheguei aos 43 anos ( ainda não sou assim tão velha, ou serei ?!😟).
Não é fácil assumir os cabelos brancos. Pelo menos para mim.