05/01/2017

I feel good! Tanananananana


Quando és mulher [com menos de 1,60m] e vives sozinha [filhos com menos de 1,80m não contam!], há determinadas coisas que deixam de acontecer em tua casa. [Qual sexo??? Qual quê!!!] 


Mudar lâmpadas é uma delas! Principalmente quando estamos a falar de lâmpadas do tecto. Principalmente quando estamos a falar de lâmpadas do tecto que não são lâmpadas, são focos. [E tu nem sabes comprar aquelas merdas!] 

A minha casa-de-banho possui 5 pontos de luz no tecto, que foram falecendo um a um desde 2012. E sempre que um ponto de luz falecia, eu ficava a olhar lá para cima...

- Caroço! Como se não me bastasse não chegar ali, nem sequer sei que tipo de foco está lá enfiado. E muito menos como remover aquilo!

E o tempo foi passando... até ficar com apenas um foco no tecto e descobrir que tenho uma óptima visão-quase-nocturna e já só conseguir por rímel nujólhos naquele cantinho da casa-de-banho que era o único que tinha luz. 

Ainda pensei esperar que me entrasse um macho com quem mantivesse mais que uma cambalhota ocasional para lhe poder pedir que me mudasse as lâmpadas do tecto. [Qu'isto de fazer bricolage na casa "dela" já sugere um elevado nível de intimidade, quiçá um passo importante na relação!] Como estou a ver o caso mal-paradíssimo [e o último dos focos acabou por falecer] achei que devia meter as mãos à obra! 

Comprei os ditos focos, subi ao tecto (nem conto que foi montada no cesto da roupa suja!... Em bicos de pés!!! [Se o Cirque du Soleil descobre, ainda me contrata!) e lá consegui perceber como se fazia aquilo! 

Só vos digo que agora tenho de entrar na casa-de-banho com óculos escuros! E que descobri imensos cabelos brancos na minha cabeça. E que, se continuar a perceber que afinal consigo fazer quase tudo sozinha, sou capaz de aproveitar mais uns tempos disto!!! 

7 comentários:

Gabriela... disse...

O que me ri!
É tão difícil encontrar outros seres humanos com humor real, daquele assim palpável (como as lâmpadas).
Aqui me acuso como futura seguidora.
Abraço

Anónimo disse...

Ahahahaha muito bom!!!!

BMC disse...

Quiça se tivesse pedido a um dos macho, a cambalhota ocasional não ficaria mais periódica? O homem que se assustar com tão pouco, não é homem sequer :)
(descobri hoje o seu blog, e enquanto homem, dá um gozo ler)

Anónimo disse...

Gosto sei o que é visão nocturna, e de momento gostava mais de estar a apalpar as lâmpadas do k levar com focos de luz para me encadear os olhos. Se é que me entendes... raça Humana complicada

Sandra Alves Silva disse...

Maravilhoso!!! Tão verdade!

Sandra Alves Silva disse...

Maravilhoso!!! Tão verdade!

Catarina disse...

Claro que conseguimos tudo o que queremos! Também já me pendurei nos tectos lá de casa. Mas a verdade é que vamos adiando.....acho que ficamos um pouco como gene y, ahahahhaha