25/07/2016

Um presente especial!




O ano lectivo acabou! As férias começaram! 

A Gigi acabou o 2º ano e passou para o 3º ano. Não é uma aluna brilhante. Mas é uma aluna esforçada que tem boas notas. 

Não exijo brilhantismo aos meus filhos. Exijo que dêem o seu melhor. Exijo que se esforcem e que tentem superar-se. Quero que aprendam que devemos dar o melhor de nós em tudo o que fazemos. 
Que na vida, o "chega" não é suficiente. O "mais ou menos" não é digno. E o "assim-assim" não é corajoso. 

Até podem ter Satisfaz a tudo, desde que o Satisfaz tenha sido conquistado com empenho, esforço e superação. 

Felizmente não é o caso dela. As notas até foram bastante satisfatórias! Mas o importante é que foram o melhor que ela soube fazer.  



Não sou apologista dos presentes quando há boas notas. 

- Se tiveres tudo 5, ofereço-te uma PlayStation! 

Aaaaahhhh!! Não! Não me agrada! 

Mas acho que o esforço deve ser reconhecido. Também nós gostamos de ver o nosso esforço reconhecido. E quem se esforça, merece! 
Mesmo quando se tem Satisfaz a tudo.
Mesmo quando se tem Excelente a tudo!



A minha filha teve o melhor dela! E não vai receber uma bicicleta nem um iPad, mas recebeu um presente especial que eu gostava que ela usasse com carinho, com o coração aberto. 



O Casulo é um livro especial! Muito especial! E é também um presente muito especial. Porque não serve para satisfazer um capricho, mas para lhe dar ferramentas que, possivelmente, a marcarão para a vida. Assim o espero! 



Um livro que trabalha a auto-estima, a auto-análise, que os ajuda a dar nomes às coisas estranhas que lhes vão na cabeça. E os ajuda a decifrar sentimentos. Reconhecendo-os, assumindo-os. Além de a pôr a ler e a escrever nas férias, sem sentir-se obrigada. 



Assim espero! E que voe bem alto! 

3 comentários:

Purpurina disse...

Que ideia maravilhosa! Gostei muito.
As minhas filhas ainda são pequeninas mas, logo que chegue a hora, gostava de lhes oferecer um diário desses. Aprecio sobretudo a parte da gratidão, escrevo num diário de gratidão regularmente e isso ajuda bastante a colocar as coisas em perspetiva. :)

D. disse...

Ideia gira para a minha filha mais nova. Obrigada pela partilha. Vou procurar

+mood disse...

Boa ideia. Obrigada pela partilha, vou com certeza usá-la bem! Beijinhos