05/12/2010

É mesmo muito fácil uma pessoa sucumbir ao cansaço...


Ontem foi demais... Tinha dormido apenas 3 horas e mal dormidas... O cansaço acumulado foi-se apoderando de mim e cheguei ao fim do dia com o corpo a dizer CHEGA! Dores da cabeça aos pés, doía-me até a falar, o corpo gelado e os olhos mal os conseguia abrir. Só que o cansaço não era só físico, começava a ser também psicológico e só de pensar na possibilidade de ter mais uma noite daquelas, as lágrimas caíam pela cara abaixo... E o pior é que, lembrava-me da roupa atrasada para passar, na casa que estava de pantanas e só me apetecia fugir! Mas nem para isso tinha forças!
Eram 22h quando ambos dormiam, enfiei dois ben-u-rons pela goela abaixo, encostei-me no sofá debaixo de uma manta e morri para a vida! O Vicente (que devia ter acordado à meia-noite) acordou à 1h30 da manhã. (Bendito sejas!) Por incrível que pareça, aquelas 3 horas de sono profundo regeneraram-me! Parecia que tinha dormido a noite toda! Acordei sem dores e quase como nova! O Luís tinha arrumado a cozinha e preparado tudo para irmos para a cama. De noite, como por milagre, dormiram os dois! Ele acordou à 5h para mamar mas de resto, nem dei por ele. O Luís ficou com a Gigi e eu dormi até às 9h30. Esta manhã, tinha tudo arrumado e o pequeno-almoço à minha espera. Desta vez apeteceu-me chorar, mas de emoção. Podem não acreditar, mas esta noite e esta manhã foram como um presente de Natal.

Estou muito melhor e cheia de energia para o dia mas assustei-me! Ontem percebi como é fácil deixarmo-nos levar pelo cansaço e entrar numa espiral de onde é difícil sair. Felizmente tenho o marido que tenho e a cabeça que tenho...

Obrigada a Ti e a ti meu amor!


****

4 comentários:

Carla Vicios e Sabores disse...

Ser mãe consome-nos muito...ao mesmo tempo, mulher, esposa, trabalhadora, dona-de-casa, amiga, compreensiva, etc.
Ainda bem que te ajudar directa ou indirectamente, caso contrario daqui algum tempo davas-te em maluca.
Quando as minha Princesas eram pequeninas uma com 18 meses e outra com 1 mesinho, entrei em depressão,quando estavam acordavam era toda atenção para elas quando dormiam tratava da lida da casa, não descansava nada, mesmo de noite aproveitava para tratar das roupas. A médica disse-me mesmo que não podia ter tudo arrumadinho como antes delas nascerem, e quando elas dormissem quer de dia ou de noite e também devia deitar-me. foi uma fase complicada. Muita força!!!
Bjs
http://viciosesabores.blogspot.com/

Maria João disse...

Pois, não deve ser fácil com 2 filhotes tão pequeninos, mas adorava estar no teu lugar:) E quando temos um marido que colabora, tudo passa e tudo se arranja!!
Bjinhos

disse...

A mãe não é a super-mulher, tem de haver partilha de tarefas mas o papá ai de casa sabe isso, quanto não vale um maridinho assim!

Bom Domingo

célia disse...

Que bem que nos sabe esta ajudinha dos maridos nesta fase em que, com dois bedelhos pequenos, tentamos dar tudo por tudo para que as coisas funcionem, pelo menos, como funcionavam antes de nascer o mais pequeno. Por aqui, também não tem sido fácil, o tempo parece que nunca dá para nada, mas temos de ter calma e, se a casa não estiver arrumadinha, quando vierem certas e determinadas visitas que fazem nariz torto à desarrumação, uma vassourinha e um paninho do pó e toca a limpar. Já que vêm só para nos fazer perder tempo, que façam alguma coisa de útil, não é verdade? Um beijinho grande