14/10/2013

Cuquices de uma Desnoiva!

Estava aqui a pensar que estou a poucas semanas, talvez dias, de ir assinar os papéis. Não há stress com bolo? Vestido? Mesas? Flores? 
Já disse às minhas amigas que as quero à porta da conservatória a atirar arroz e pétalas. Não deve ter graça nenhuma sair e não ter as pessoas aos gritos a fazer festa e os fotógrafos frenéticos! E não sei bem o que vestir! Preto é capaz de ser chato!... Se calhar pego no meu vestido, tinjo de cor-de-rosa e levo! Não sei... Também não sei o que fazer ao vestido! Mas pegava no dinheiro que gastei nele (os meus pais) e fazia uma rica viagem! Isso fazia!!!
E durante a coisa, como é que é? Ele tira-me a aliança? 
- Prometo não te amar, mas respeitar (afinal de contas sou a mãe das crianças, certo?), não ter ciúmes dos teus namorados e dar sempre o cheque à hora certa até ao fim das nossas vidas? E que o juiz separe o que Deus uniu??! 
Modernices! 
Ah! E beijo??? Não há beijo?? Posso levar um tipo para dar um beijo no fim? Ou é chato? 
Estou baralhada! Queria fazer uma coisa como deve ser, mas não sei bem por onde começar!

25 comentários:

Maria disse...

Sempre pensei que quando chegasse esse dia e finalmente assinaria os papeis me iria sentir leve e feliz, no entanto senti-me um autêntico fracasso... não houve festa e nem festejo... mas hoje, dois anos depois posso afirmar que foi a decisão mais acertada da minha vida... demorei foi tempo de mais para a tomar! :D

Jo disse...

Ahahah, só tu Kiki :)

Raquel disse...

:-) boas perguntas! Mas aqui há tempos lembro-me de encontrar notícias na net a falar de um anel azul para assinalar o novo estado e de bolo para comemorar!
Beijinhos

dizaine disse...

Adoro esse lado "monty pynthon" que coabita no teu ser! A vida de Brian foi inspirado em ti, sem dúvida! Se aí estivesse, estaria com petalas, arroz e bolas de sabão, assim sendo, Happy Just Divorced!

http://www.youtube.com/watch?v=jHPOzQzk9Qo

Anónimo disse...

Não me parece bem tanta leveza...

Definitivamente São Dois disse...

O vestido podes vender em segunda mão! Se encontrares onde o fazer avisa que eu aproveito e vendo também o do meu 1o casamento! Quanto à coisa em si... O estúpido é que nem assinas! Quando entregamos os papeis eles já vão assinados... Vais lá, ouves a senhora a ler tudo tipo redacção, escolhes se queres que tenha efeito imediato ou se queres os 10 dias para pensar (lol) e vais-te embora! É esquisito! No meu caso a senhora da conservatória despediu-se com um "muito prazer, até à próxima!" Ahahahahaha

Definitivamente São Dois disse...

O vestido podes vender em segunda mão! Se encontrares onde o fazer avisa que eu aproveito e vendo também o do meu 1o casamento! Quanto à coisa em si... O estúpido é que nem assinas! Quando entregamos os papeis eles já vão assinados... Vais lá, ouves a senhora a ler tudo tipo redacção, escolhes se queres que tenha efeito imediato ou se queres os 10 dias para pensar (lol) e vais-te embora! É esquisito! No meu caso a senhora da conservatória despediu-se com um "muito prazer, até à próxima!" Ahahahahaha

Carla Isabel disse...

Não acho leveza neste post, como alguém comentou porque li num outro post como foi dificil para ti esta separação.
Acho honestamente que nos tempos que correm os casais, levianamente partem para o mais fácil, o divorcio, o que é lamentável.
Como diria o meu irmão, antigamente quando algo se avariava mandávamos arranjar, agora compramos novo..e nos casamentos andam a fazer igual...

Minha querida, sê feliz!

Sónia disse...

Pois não sei o que deves fazer, mas que não deve ser nada fácil acredito. Afinal é veres que realmente chegou ao fim e isso custa sempre. Mas podes sempre combinar um lanche com as amigas, quanto mais não seja não ficas sozinha e ainda te podes divertir com elas e receber muitos muitos mimos!!

Beijo

Bailarina disse...

Que seja um dia o menos doloroso possivel! leva esperança de dias melhores! bj

Bailarina disse...

Que seja um dia o menos doloroso possivel! leva esperança de dias melhores! bj

Anónimo disse...

http://mulher.sapo.pt/vida-e-carreira/dinheiro/artigo/como-comprar-e-vender-artigos-em-segunda-mao

Joana Caria disse...

Tantas verdades contidas em tão poucas palavras!!!
Tal como alguém aqui comentou, tb eu faço parte deste novo "estranho modo de vida"; e a verdade mais sincera é que há dias em que a única coisa que espero profundamente é de um beijo repenicado da minha Tida e de um novo texto aqui no blog.
Sinto que a minha vida está a ser retratada com as melhores palavras através deste blog.
Obrigada por tudo..... se há que não o diga ou pense, a mim a Kiki faz-me sentir que não sou a única, e faz-me ter força.
Por isso, Força nessas resoluções.... Eu proponho que se lixe o vestido, mas vá com uns sapatos de arraso!!!

Anónimo disse...

um divorcio nem deveria ser algo tão dramatico assim, mas penso q n se consegue evitar alguma tristeza, o q eu faria era n pensar mto nisso. assinava e ía fazer a minha rotina.. nunca faria de tal dia nada para memorizar

Anónimo disse...

Só quem nunca se divorciou é que pode achar q um divorcio se leva com leveza, isso não implica q não se ironize com a situação.É isso ou andar a chorar pelos cantos e pensar na vida

Anónimo disse...

Nunca me divorciei mas não acredito que seja fácil. E que antigamente é que era que os casais ficavam juntos, mesmo infelizes, mesmo infiéis, mesmo com violência. As pessoas devem ser livres para ficarem com quem queiram ou até mesmo sozinhas!

Kika Bartolo disse...

Eu acredito que neste caso depois da tempestade virá a bonança :) beijinho ..a vida é bela*

laranjinha de cinco disse...

Eu fui num dia de trabalho normal. O ainda maridao(quase a deixar de ser) foi-me buscar para que fossemos civilizamente os dois, mostrar uma aparente simplicidade. A seguir, chorei todas as lágrimas que tinha a chorar (nao que nao quisesse, naquele momento, a separação, mas porque nao deixa de ser um desfecho triste para uma historia que, num dado momento, foi de amor) e fui às compras a seguir! De resto, tentei nao me transformar numa mulher amarga e continuar a ser doce com os tres bebés que me ficaram nos braços (e no coração. Saí com amigas, fiz cursos, namorei, prestei mais atenção a mim e às minhas pessoas, fui feliz sozinha e casei-me outra vez. Agora sou feliz sozinha e a dois. e a cinco, nesta nova familia que construimos. Independentemente do modelo, vai ira, de qualquer modo... faz bem á alma:)beijinhos

Eu sou é mais bolos... disse...

Ao fim de apenas 2 semanas, o meu marido já tem papeis para eu assinar!!!!!! Nao que eu não queira também o divorcio, mas ainda não estou mentalmente preparada. Quanto ao resto, vou assina-los sem festa e contendo com todas as minhas forças algumas lágrimas, para talvez dar depois um passeio sozinha ou conversar com uma amiga... Acho q o divorcio évsempre sinónimo de falhanço de um projecto e sim, concordo que hoje em dia se encara o divorcio levianamente. Eu própria estou ainda disposta a tentarvresolver os problemas, mas o meu marido quer apostar na solução mais fácil...

uba disse...

Acredito que magoe, muito.
Passei pelo divórcio dos meus pais, há não muito tempo e, doendo ainda muito, pensei e penso: Não quero isto para mim e para os meus filhos.
Mas seja o que Deus quiser.
Para ti, toda a felicidade do mundo.

Ana Maldivas disse...

Querida, não vou dourar a pílula... fui eu quem mais insistiu para o divórcio. Durante a "cerimónia" ele nem me olhou nos olhos e mal respondeu direito à Conservadora. Depois, como ele estava desfeito, convidei-o para tomar um café e amenizar a coisa, não podiamos ficar assim,, pois temos um filho em comum. No fim cada um foi para o seu carro e eu chorei compulsivamente o caminho todo. E a tarde toda. Já tinha o meu namorado, a quem amo perdidamente. Mas a sensação de vazio, de tristeza profunda, de buraco, feria-me de forma tão dolorosa que só de me lembrar sofro novamente. Ninguém passa por isso com leveza nenhuma, ó anónimo. Ide pregar para outro lado, sim? Eu também era dessas que dizia que os casais hoje em dia não fazem esforço nenhum, etc. etc. Estive junta com aquela pessoa mais de 15 anos.

Mafalda disse...

pois eu faz um ano que assinei os papéis e apesar de ter sido uma coisa muito aguardada, fartei-me de chorar durante a "cerimónia" e depois. Como dizia a tua primeira leitora: senti-me fracassada, mas sei que foi a decisão mais acertada e não me arrependo dela, mas naquele momento, não é fácil.
beijo grande baby*

Marisa Luna disse...

Que fantástico texto!!!
Eu aposto no cor-de-rosa... mas ia mesmo para um tom bem forte.
E depois?
Uma saída à noite com amigas!!
(E ele fica a tomar conta das crianças!)
Beijocas

Paula disse...

Parabéns pela coragem e pela partilha.
O fim do que desejamos que nunca tivesse fim não é fácil, há sempre uma sensação de +perda e fracasso, por muita certeza que tenhamos que é a melhor (ou a única) decisão que possamos ter.
Força, vais custar. Mas daqui a algum tempo estarás serena.
vidademulheraos40.blogspot.com.

Vidas da Nossa Vida disse...

Aposto que o vendes bem no OLX! Eu não vendi o meu, mas já vendi montes de coisas!!