10/12/2011

E a saga continua...

Aqui!

****

11 comentários:

Balancé disse...

Sem palavras, nunca na minha vida tinha visto tal coisa!!

Maggie disse...

E eu ainda tinha esperança que de fosse tudo um grande mal entendido...

Maggie

Maria João disse...

Credo. O mundo tá podre. Ela inda é mais doente do que se fazia prever.

Sónia disse...

É triste! mas obrigada por alertares para isto.

Anónimo disse...

Eu não consigo comentar nesse blog por isso comento aqui , acredito que seja mesmo uma miuda , com 16 ou 17 anos qualquer miuda escreve como ela escrevia...Não escrevia nada demais, sabia de cólicas, de pecentis, qualquer miuda que tenha bebés na familia ou que se interesse por pediatria sabe esses pormenores.
As pessoas que a liam é que liam pensando ser uma mãe e portanto o que ela escrevia parecia mesmo de uma mãe, muito elaborado. Mas se formos a ver nunca escreveu nada de mais!
Ela uma vez escreveu um post sobre professores e alunos e ainda dá para ver em cachet e também escreveu um post sobre uma babysitter com quem deixou a bebé, muito nova mas experiencia dizia ela no post e que se quisessem contactos que falassem com ela. DE CERTEZA QUE A BABYSITTER ERA ELA(Francisca), agora imaginam se alguem tivesse mesmo pedido o contacto e deixado a bebé com ela,quais as suas intenções?!!!!

http://webcache.googleusercontent.com/search?q=cache:rK6NGa_zS8kJ:brilhosefascinios.blogspot.com/2011/10/baby-sitter.html+&cd=36&hl=en&ct=clnk&client=firefox-a

Kiki disse...

Credo!!! Que sinistro! Eu nunca pediria um contacto de uma baby sitter a um desconhecido! E espero mesmo que ninguém o faça!!!!

Jo disse...

Eu estou sem palavras..

uma mãe disse...

Também não tenho conta google, não consigo comentar no blog 4D.
Por curiosidade encontrei isto: http://katarsis2.blogspot.com/2009/01/haver-algo-de-moralmente-errado-em_24.html
Até pode não ter nada a ver e ser outra Francisca mas pelo menos dá para perceber por este texto que uma adolescente no 10º pode escrever como qualquer adulto. Se formos por aí, há dezenas de blogs cheios de erros por mães reais.
Concordo com o anónimo. Acho que vendo bem e com distãncia, não havia nada de muito profundo naquele blog, nem tantos detalhes assim ou pormenores, nem agora no final com a doença da suposta filha ela pormenorizou muito os factos. Ia dizendo umas coisas genéricas. Basta ter jeito para escrita, imaginação e ler outros babyblogs. Eu passava lá de vez em quando e, há muito tempo, já tinha imaginado isto porque as fotos eram estranhas e a vida dela demasiado erfeita ou "tia". Só nunca me deu para ir investigar, mas não era nada que nunca tenha acontecido em babyblogs. As verdadeiras vidas perfeitas se as existem resguardam-se e não têm necessidade nenhuma de o mostrar. Não mostrava a cara da miúda, mas dizia onde ia jantar, sabíamos o nome da empregada, o nome do pai da criança, o nome dos sobrinhos, que incoerência. Com este episódio final deixei de duvidar e achei-me cruel porque achei que ninguém era suficientemente macabro para inventar uma história assim, mais valia que escrevesse um livro.
Se forem ver mais para trás aos posts de 2010 e antes da gravidez, o discurso era um pouco diferente e muito mais adolescente. Começo mesmo acreditar que é uma miuda que está por trás disto tudo.
Agora merece que alguma coisa aconteça, sim. Para aprender a lição e não abrir outro blog qualquer com personagens diferentes!

Anónimo disse...

Nunca se sabe se alguém não pediria a referencia da Babysitter, isto dos babyblogs muitas vezes as mães trocam informações de infantários, pediatras, etc, porque não trocar uma informação sobre uma Babysitter, afinal o blog e as coisas que diziam pareciam credíveis para muita gente.
Afinal a Internet é um meio de informação quantas mães não pesquisam essas coisas, em blogs, em foruns, sem conhecendo quem está do lado de lá mas confiando que sendo uma mãe, não haverá problemas .

Mas a questão é quais as intenções de uma pessoa que inventa um blog faz-se de mãe e publicita uma babysitter que quase de certeza é ela propria... é assustador pensar que ela queria ir mais alem do virtual!

Anónimo disse...

http://projectoalia-te.webnode.pt/equipa/

Sara Mendes disse...

Acabei de ler o 4D e... credo, até me faltam as palavras! pelo amor de Deus... é de uma falta de formação toda essa estória da Francisca..! e o e-mail que ela mandou... há pessoas com muito mau carácter, mesmo!