09/12/2011

Quem é a Benedita?

Aquilo de que vamos agora falar é muito grave... 
Existe a possibilidade da Benedita não existir.

Este texto é escrito a duas mãos, as minhas e as da Duchess. Falámos muito, falamos durante horas, tomámos algumas diligências e resolvemos agora publicar este texto.

Podemos dizer-vos que é uma estória de arrepiar. Podemos dizer-vos que é importante darmos ouvidos aos nossos instintos, mesmo que pareçam absurdos.

E o que tem de ser tem muita força.

Mandei um e-mail à Duchess, a perguntar se conhecia a Bárbara pessoalmente, porque tinha recebido um e-mail com informações estranhas de uma pessoa que não tem blogue mas que segue alguns, apontando para o estranho facto de ter descoberto que algumas (senão todas) fotografias da bebé Benedita serem falsas. Ficámos ambas completamente chocadas. Mas as evidências estavam lá...
Podíamos pensar que seria para proteger a bebé, mas o facto é que foram postadas como sendo dela. Nestas fotos há legendas como “vejam lá se não tenho razões para estar babada”, às quais as pessoas fazem comentários e elogios, e a mãe Bárbara (?) nada desmente. Vejam por exemplo este post e comparem com esta fotografia de 2007 de uma bebé estrangeira. Azar dos azares, a pessoa que me mandou o e-mail conhece o pai da criança estrangeira e reconheceu a fotografia no post do blogue Brilhos e Fascínios! Ou ainda este post, com uma fotografia tirada do site da Caras onde curiosamente aparece uma bebé que também se chama Benedita com a mesma idade que ela refere no blogue. Para confirmar, fizemos ambas mais pesquisas... Não demorou muito até encontrarmos mais uma. Vejam este post onde ela até diz ser a cunhada que tirou a fotografia e qual o modelo da máquina. E este link do Pinterest, onde a única coisa que fizemos foi escrever no motor de busca "2 month baby" e foi logo uma das primeiras fotografias que apareceu.

Tudo isto deixou-nos a tremer... Não podia ser! A história da Benedita, por quem todas torcemos, por quem todas chorámos, era demasiado real. Ninguém podia inventar tanta coisa com tanto detalhe e tanto sofrimento...

Pelos vistos a Duchess já andava desconfiada de que algo não batia certo... Umas das situações que a deixou realmente com a pulga atrás da orelha foi ter-lhe enviado convite, pelo e-mail do blog dela, para o seu blog privado, e de ela ter aceite com outro nome. A Duchess não se apercebeu disso logo. Quem tem blogs privados sabe que se fica com o registo dos leitores do blog e dos e-mails com que acedem ao blog. A Duchess resolveu então averiguar algumas coisas, numa dessas pesquisas percebeu que o e-mail era de uma tal Francisca P. Na altura não fez nada e tentou arranjar justificações para o sucedido e esquecer este detalhe.

Hoje resolvemos fazer mais uma tentativa. A Duchess ligou para o número de telemóvel que supostamente pertencia a Bárbara e atendeu uma rapariga. Rapariga essa que quando perguntou se era a Francisca respondeu que sim e que quando lhe perguntou pela bebé desligou imediatamente o telefone.
A Duchess enviou também uma mensagem, via FB, à Francisca, que até agora não respondeu.


Temos esperança que tudo não passe de um mal-entendido. Seria muito mau e grave alguém fazer-se passar por uma pessoa que não é e pior ainda inventar um bebé que não existe e dar-lhe o desfecho que todas nós conhecemos... é que tem que ser uma pessoa muito doente. Mesmo que tivesse criado uma personagem falsa e não soubesse como se livrar dela, era fácil dizer que a bebé tinha melhorado e que precisava de passar mais tempo com ela e por isso iria fechar o blog, por um tempo ou para sempre. Mas não. Se esta estória foi mesmo inventada, foi por alguém muito doente que precisa muito de protagonismo.

Estamos arrepiadas com esta história. Mas por outro lado, é preferível ter raiva de uma pessoa que inventa uma história macabra destas, do que pensar que uma bebé pequenina passou por tudo aquilo e que está uma mãe a sofrer horrores por ter perdido um filho.  

Achámos, depois de muito reflectir, que devíamos partilhar com vocês. Porque anda meia blogosfera a sofrer por uma bebé que se calhar nunca existiu. Não é a primeira vez que uma história destas acontece e não há de ser a última infelizmente.

Não foi fácil tomar esta decisão de contar mas achámos que seria o mais justo. Não conseguimos encontrar ninguém que conhecesse a Bárbara ou a Francisca pessoalmente. A Francisca P. Isto é que o que sabemos. E pronto.

****

28 comentários:

Rita_in_UK disse...

Kiki,
É a primeira vez que te comento, apenas para te dizer MUITO OBRIGADA!!! Há uns meses que leio o teu blog, sou mãe de 2 e esta história da bebé Benedita não tem saído da minha cabeça nos últimos dias. Se realmente ela não existir, dou Graças a Deus!!!!
Bjinhs,

Jo disse...

Não conhecia o blog, nunca o segui, não sei a história toda, apenas aquilo que percebi por um post que fizeste aqui há uns dias. A ser verdade, é bastante assustador. Uma coisa é inventar uma personagem, histórias banais e quotidianas - cada um faz um blog como quer, não é verdade? Agora isto? A ser verdade passa e muito a fronteira do aceitável, do bom senso, do razoável. A ser verdade para além de assustador só pode vir, tal como disseste, de alguém com sérias perturbações...

bia disse...

my god... estou pasmada.... sem palavras e nem sei o que dizer/pensar... e realmente o melhor de toda a história...será pensar que realmente nao ficou (mais) uma familia destruida e em sofrimento...

disse...

estou furiosa!é que existem mesmo pessoas com uma imaginaçao incrivel,inventar tal coisa é de facto assustador...e eu toda tristinha e contei ao meu marido e ate ele ficou com pena desses pais e da bebe...

Anónimo disse...

nem sei se deva dizer isto..mas parece me tb bastante doente andar a chorar a vida de pessoas ke se conhece virtualmente , é ke ter pena é uma coisa, fazer correntes, oraçoes etc parece me coisa duma cambada de desocupadas..lol sensibilidade é andar lá fora a estender a mão a quem precisa de olhos nos olhos ;)))
conheço um blog duma brasileira ke angaria tudo pros gemeos pelas seguidoras e a gaja vai fazendo faculdades ( diz ela lol ) e as parvas vao dando dinheiro e comprando rifas lol
por favor..o objectivo de qq blog publico é vender qq coisa mais cedo ou mais tarde,, até tu meu idolo blogueiro lol tas quase a cair nessa ;)))

Marina disse...

Sabes que não foi nada que não me tivesse passado pela cabeça? Não estou a ver alguém que passasse pelo que ela passou a fechar o blog assim de repente, no mínimo procuraria consolo através deste meio...

Maria João disse...

Kiki inda não li o post todo com atençao nem vi os links, mas só te digo uma coisa que foi o que já pensei há muito. Quem é a mãe que manda mails a leitoras do blog após a filha morrer???

Maria João disse...

Agora sim já li o post com atenção. O que dizer Kiki? Há pessoas doentes, muito doentes e dá medo andar neste meio por vezes. Mas antes isto do que realmente ter morrido uma bebé. Mas é triste. É preciso ser muito doente, ter mesmo muitos problemas mentais. Enfim.

ce. disse...

Que horror :(

Anna disse...

Peço desculpa mas concordo com o Anónimo. Vocês também se envolveram demais, dada a situação (não a conhecendo nem por foto)
Eu lia o blog, mas pela forma como vocês falavam dava-me a sensação que pelo menos alguma de vocês a conhecesse pessoalmente.
Ou PELO MENOS, pelo Facebook.
Só agora percebi que só a conheciam pelo blog. Não lhe conheciam a cara sequer. Apenas o nome e aquilo que ela escrevia.
Compreendo que quando somos mães nos tornamos muito mais sensíveis a estas coisas...Deixaram-se levar pela história. Mas na minha opinião, envolveram-se demais, para quem não lhe conhecia sequer a cara por fotografias (já nem digo a bebé, mas a mãe pelo menos, toda a gente tem Facebook!)

Ana disse...

Meu Deus, como é possível..Primeiro utilizar fotografias de outras crianças e dizer que é a filha! depois criar uma história toda à volta disso e uma morte! Só pode ser mesmo gente doente. Obrigada por nos avisares para mim não há cá mal entendidos, as provas estão todas aí! não há razão plausível a meu entender que justifique a utilização de fotografias de outras crianças e até na reportagem em que a bebé aparece sentada ao colo está escrito que a "Benedita" da foto nasceu a 20 de julho de 2010 por isso não têm sequer a mesma idade. E porque é que a conta do facebook estaria associada a outro nome se o blogue supostamente seria de uma Bárbara??? se não se sentisse comprometida também não tinha desligado o telemovel. Por mais que tente compreender acho que não consigo encontrar motivos que justifiquem uma atitude destas. Acho inadmíssivel, estou mesmo chocada.

Slimiteca disse...

Bem,estou estupefacta...é demasiado macabro para ser verdade...Meu DEUS ,como é possível alguém ser tão doente a este ponto!!?? Mas olha,acho que fizeram lindamente em ter divulgado,pois já passei tempo da minha existência a pensar nessa historia e nessa pessoa. Enfim,mentes malucas!!

Maria João disse...

Só não percebi uma coisa. Se ela apagou logo o blog, como é que vocês conseguiram ter acesso para ter as fotos?

Maria de Lurdes disse...

Olá, sobre este assunto, concordo com a Anna das 21:27...
Por isso, deixo aqui o mesmo comentário que deixei no 4D:

Sinto-me enganada, como com certeza todas as que se sentiram mal pela pequena Benedita.

Se toda esta novela mexicana servir para alguma coisa, que sirva para, por um lado, darmos valor à vida, encarando esta estória como um simulacro de morte, e por outro lado, a relativizar as coisas, a dar a devida importância ao que acontece aos outros neste mundo virtual, a sofrer pelo que efectivamente conhecemos e nos é próximo e não por algo virtual, por muito próxima que pareça ser a ligação.
Eu não chorei pela bebé Benedita, senti muita pena pela bebé e sobretudo pelos supostos pais, mas se por um lado não a conhecia na realidade, por isso apenas podia sentir empatia pela situação, por outro lado o meu mundo não é o da Benedita. Se eu chorasse pela Benedita horas e horas o que me aconteceria se acontecesse algo aos meus filhos, ou a alguém realmente próximo, dava um tiro na cabeça?

Relativizar e dar pôr o virtual e os "vivos" no seu devido lugar. Espero que esta maluqueira toda sirva para isso, ao menos.

Beijinhos

Maggie disse...

eu nem se o que dizer, nunca me passou tal coisa pela cabeça. Estou parva com a situação, será mesmo verdade que a benedita é uma mentira?


Maggie

. margarida . disse...

Chocada...literalmente.
A ser verdade é....inqualificável.
E denota grave patologia demencial.
Como é possivel???????

. margarida .

Kiki disse...

Olá a todas! A Duchess comunicava com ela por sms. Não se conheciam pessoalmente supostamente porque não viviam na mesma cidade. Óbvio que sabemos distinguir a realidade do meio virtual. Óbvio que não ficámos dias a chorar pela criança, mas como qualquer história que se oiça com bebés, nem que seja pelo telejornal choca! E chocou-nos ainda mais por termos acompanhado pelo blog a história de um sofrimento que nunca existiu... Enfim! Haja paciência...

Anónimo disse...

Já leio blogs há anos e já não é a 1ª vez que acontece algo do género, e curiosamente é sempre com BabyBlogs...Ou seja, é sempre uma mãe, com filhos.
Já houveram uns quantos casos destes.
O que me faz pensar que volta e meia vai existir por aí um blog fictício, e que, alguns, nem sequer nunca irão ser descobertos.

Patrícia Teodoro disse...

Malta estranha!!!!!

Sónia disse...

Bem isto é realmente muito triste, procurarem atenção assim desta maneira :(

Sarah disse...

Doentio!!!

Diana disse...

Wow... ando mesmoa leste! e ainda bem, porque me passo com estas coisas... Enfim, pelo que percebi a coisa e memso grave, e falsa! Nem sei o que dizer. bjnhs carolina!

Só sedas disse...

Estou em choque. Não conhecia o bogue nem a estória, quando falaste da benedita aqui fiquei sem perceber bem e acho realmente arrepiante... Enfim

Anita disse...

há pessoas mesmo más e doentes, nao se faz, nao se brinca assim com um assunto destes.
é sórdido, a miuda que se cure e uma passagem pelo julio de matos nao lhe fazia mal.

Clementine Tangerina disse...

kiki, esta historia ja aconteceu anteriormente a uma conhecida minha...roubaram as fotos do baby blog dela dizendo ser filha e marido....é triste mas é por estas e por outras que não publico fotos do Petit prince em que se perceba o rosto dele. ha cada maluco.....

x. disse...

Bem é totalmente doentio esta situação. eu não conhecia o blog só comecei a ver quando começaram a falar dele, mas nunca pensei que fosse mentira. Como é que alguém se dá ao trabalho de inventar uma história destas????

Tânia disse...

Se é verdade que esta história era mentira (ainda bem) é repugnante que alguém invente tal coisa! Estou grávida de 23 semanas (faz amanhã) e fiquei chocadissíma quando soube que bebe de 3 meses tinha falecido de pneumonia... o medo instalou-se no meu coração por uns dias e a ideia de que algo do género pudesse acontecer á minha filhota que aí vem! Enfim estou indignada com estas averiguações!

Mum's the boss disse...

Soube desta história há muito pouco tempo mas acho que li um comentário qualquer na altura, sobre uma bebé que tinha morrido. Full stop Não sabia o antes e, por isso ser um assunto doloroso, também não fui à procura de mais infos.

Só me passam duas coisas pela cabeça:
1) Que tipo de pessoa é esta, que cria um enredo de quase um ano para o terminar assim;
2) Do que é que andava à procura?

Acima de tudo, parabéns pela coragem que tiveram em colocar isto aqui no blogue! Sim, a cada dia que passo percebo que a web é um sítio espectacular e onde se conhece gente boa mas também é preciso ter os olhos bem abertos.

Guardo duas coisas, deste post:

a vossa coragem (já disse) e também o facto de tu e a Duchesse nos lembrarem que vale a pena confiar na intuição!

Um bjinho!