07/12/2011

F-se!

Sobre este post, e porque recebi tantas mensagens a perguntar, soube pela Rita que, infelizmente o blogue foi encerrado pelos piores motivos... Parece que Alguém anda a dormir lá em cima e a deixar acontecer coisas muito tristes cá em baixo... Não tenho palavras... Apenas espero que os pais da pequenina Benedita tenham muita força!

****

11 comentários:

saudosa disse...

Já andava para perguntar aqui alguma coisa sobre eles....

Estou destroçada.... de coração na boca!

Tânia (Mamã do Santiago) disse...

Por acaso não conhecia mas li aqui e ja era para te perguntar p+q voltei ao blog e vi que tinha sido removido!

Merda de vida é o que é!

Marianne disse...

Ó bolas... Tinha achado que ela estava a reagir bem e que a coisa estava encaminhada...

Não consigo digerir uma coisa destas. Bebés a morrer é uma coisa que eu simplesmente não entendo...

aVidaDaCastanha - Cláudia disse...

É verdade minha querida, a Bárbara mãe da princesa Benedita enviou-me um email.

Agradece todo o apoio e carinho!! São momentos que ficamos com o coração minúsculo de tanta dor!!

Maggie disse...

não sabia, estava a acompanhar a situaç\ao e parecia-me tudo encaminhado...
tenho mta pena, deve ser um choque e uma dor terriveis

Maggie

mariana disse...

o meu nome é mariana e eu não conhecia a barbara. Eu não tenho filhos, nunca tive irmaos e primos nem vê-los. No entanto, sou educadora de infância, e infelizmente já tive que lidar de perto com situações semelhantes. Eu posso não saber muito sobre a vida, só tenho 27 anos, mas sei que isto não é justo... Não é justo morrerem bebés. Crianças tão inocentes, crianças que não têm pecados... Acreditem ou não eu chorei por esta bebé mesmo sem a conhecer. A sério... Não consigo imaginar como estão os pais, ninguém merece passar por isto, ninguém. Eu sou uma pessoa religiosa e acredito que as coisas acontecem por uma razão, mas isto... Isto não tem explicação, é uma dor na alma, é... A sério. Hoje o meu coração está de luto :(

Ana disse...

É por estas e por outras que não acredito em Deus. Com todo o respeito por quem acredita. Comecei a seguir o blogue através deste e estou muito triste com a notícia. Só espero que os pais da Benedita tenham muita força e que se mantenham o mais unidos possível neste momento que não deveria existir para nenhuma /mãe/pai/família.

Sónia disse...

Eu soube hoje e ainda estou em choque. é terrível mesmo :(:(

Anónimo disse...

olá (um olá muito triste, carregado de lágrimas)

descobri o blogue da bárbara através do seu e do da rita (dos quais gosto bastante apesar da ausência de comentários) e é com um enorme aperto no coração que leio hoje este post!! como é que é possivel??? um pequena princesa passar um tamanho sofrimento..... foda-se, estou mesmo devastada! não sou mãe (embora esse seja o meu maior desejo) e não consigo nem por um minuto imaginar o sofrimento da Bárbara... apenas sei que tenho o coração apertadinho, apertadinho de tanta tristeza. não sei se é possivel, mas caso seja, mande por mim um abraço do tamanho do mundo carregado de carinho e muito pesar à mae da princesa benedita... que toda a luz do mundo iluminem o coração desta mãe destroçada e lhe dê muita força para continuar a lutar diariamente!
quanto a si, Kiki, um grande beijo e votos de que todos os dias dos seus filhotes sejam repletos de saude e felicidade! Gosto de a ler, gosto muito! e apesar de não a conhecer, desejo-lhe tudo o que de melhor se pode desejar a quem realmente gostamos.

cumprimentos de uma leitora assidua,

Carina S.

Kiki disse...

Obrigada Carina!
Um beijinho

Anónimo disse...

Kiki,

não tem de agradecer! mas se o quiser fazer, faça-o de uma forma simples: do último comentário que deixei guarde só o último parágrafo! Pois tudo o resto que escrevi dá-me vómitos, nauseas, uma vontade enorme de dar uma carga de porrada em alguém. Não me arrependo do que escrevi, pois foi sentido, de coração e completamente lavada em lágrimas, mas depois de tudo o que li hoje no seu blogue e no da duchess, só me apetece arrancar os olhos a essa fulano psicótica que se lembrou de inventar uma "estória" que tanta perturbação causou em tanta gente, sobretudo em quem é mae e teme mais que tudo perder um filho.

Carina S.