18/05/2012

Método Estivill - 3ª Noite

Houve um retrocesso... Acho eu...
Acordou às 23h e entrou num berreiro... Histérico! Esteve até às 00h15 a gritar... Fui lá várias vezes acalmá-lo... Muitas alturas estava quase a adormecer, mas de repente lembrava-se e gritava. Até que não aguentei mais... Não lhe dei colo nem leite, mas fiquei ao lado dele a fazer-lhes festas e a falar com ele até adormecer... Tenho a certeza que o Dr Estivill me dava um calduço se soubesse disto! Mas eu não estava a aguentar mais ver o meu baby a gritar tanto. E tão cansado e irritado! E o que é certo é que depois, dormiu até às 7h30, por isso, algum resultado isto está a ter. Vamos ver se esta noite corre melhor!  

****

11 comentários:

Smile disse...

ai mulher, fica descansada que ninguém vai contar ao DR. Prometo!

Parabéns pela tua força, não sei se me segurava a arrancá-lo daí e levá-lo para a minha cama, mas isso sou eu que não sei o que são noites sem dormir (seguido)

MJ disse...

Também estou a usar o método (o meu bébé tem quase nove meses)hoje acordou à 1.30 (ele estava a dormir desde das 9.00 maldita chucha) até quase ás 4.00 estou de rastos e vim trabalhar com o coração apertadinho não peguei nele mas ia lhe fazendo festinhas chorou tanto o meu bébé estou cheia de remorsos. Mãe sofre

Kiki disse...

Pois sofre... Mas daqui a nada eles estão a dormir descansadinhos e nós tb! :)

Maria de Lurdes disse...

Talvez seja natural um retrocesso, não?

Vais ver que estava a queimar os últimos cartuchos, foi em desespero de causa! E certo é que estiveste ao lado dele, mas não o tiraste do berço nem deste biberão, por isso não cedeste e o Vicente sabe disso.

Já viste no meu blog? Já está a decorrer o giveaway que tinha comentado contigo, passa por lá e participa!

Rita disse...

Eu usei mais ou menos esse método com o Gonçalo (o mais novo). Digo mais ou menos porque não conseguia deixá-lo a chorar sozinho durante horas. Não concordo mesmo com isso. De 5 em 5 minutos ía ao quarto dele e acalmava-o, fazia-lhe festinhas, etc. Ele tinha 2 anos e continuava a beber 2 a 3 biberons de leite por noite. Eu andava esgotada!!! Um dia resolvi que tinha que acabar. Foram precisas "apenas" 3 noites. Foram 3 noites em que ele chorou muito, mas depois passou a dormir 11 horas seguidas como faz até hoje com 4 anos. É natural que eles "ressaquem" pois estão habituados desde sempre a esse miminho. Mas eu acredito que até para eles é muito melhor. Para além de, em termos nutricionais, não terem necessidade nenhuma de beber leite durante a noite; também não é nada bom para eles estarem constantemente a interromperem o sono.
Por isso força, vais ver que é só uma questão de tempo até o teu menino começar a dormir a noite toda :)

Teresa disse...

Ai.. por isso é que eu não tinha coragem de tentar essa abordagem :(. O meu coração ficou apertado e o filho nem é meu. Bem, mas o importante é sentir que esse continua a ser o caminho para ajudar o Vicente a dormir melhor.

Kiki disse...

Muito obrigada pela vossa força! :) Muito mesmo! :))

Rita, nem imaginas o bem que me souberam as tuas palavras! Esta noite pús em causa tudo aquilo... Mas uma mãe de 4 psicóloga sabe concerteza o que está a dizer! :)


Biejinhos grandes a todas!

Rita disse...

Mais que nas opiniões de outras mamãs (psicólogas ou não :)) confia em ti, confia na tua intuição de mãe! Faz aquilo que tu sentes que é importante para o teu menino e para ti... para o vosso bem estar!

Beijinhos e força

Sónia disse...

Mãe sofre, mas também temos de seguir o nosso instinto, não apenas o que vem nos livros.
Beijinhos

Anónimo disse...

Mãe sofre...uma boa verdade. Quando a minha filha nasceu há 3 anos atrás ofereceram-me o livro explicando o Método Estivill. A minha filha nunca me deu uma noite completa de sono desde o primeiro dia que ela veio ao mundo e por isso decidi experimentar. A 1º noite foi difícil, a 2º ainda pior e na 3ª noite lá começou a melhorar...quando pensava que finalmente eu iria conseguir dormir uma noite em sossego eis que ela na 6º noite berrou tanto mas tanto que não tive coragem de a deixar no berço...sentia-me a pior das mães. Falei na consulta seguinte à pediatra da minha filha..que simplesmente me respondeu, ele é homem que percebe ele de um sentimento de mãe...faça o que o seu coração manda..disse-me ainda que na cabecinha da minha filha ela só deveria pensar que a mãe não a socorreria e que é por esse motivo que as crianças acabam por desistir de chorar...não é por disciplina mas por infelicidade de saberem que não podem contar com a mãe. E assim fiz, nunca mais a deixei a chorar no berço, o meu coração acalmou e não sei se por isso se por outro motivo qualquer sei que depois houveram noites de pouco sono mas bem mais felizes porque estava a fazer o que o coração mandava. Desculpe o testamento...mas achei importante dar o meu testemunho num assunto muito importante para a felicidade dos filhos.
Tudo de bom
Maggie

M.P. disse...

Vai resultar. Torcemos para que sim. Vai ser melhor para ele pois vai passar a dormir um soninho mais desansado, e vai ser bom para vocês, pois descansam também e ficam felizes por o verem dormir bem. Ser mãe/pai é isso mesmo: ensinar-lhes o melhor caminho, mesmo que nem sempre seja o caminho mais fácil. Com muito amor e mimo à mistura. Mas com firmeza também. Beijinhos e boa sorte para hoje!