15/03/2012

Só porque foste tu!!!

Não me levem a mal as pessoas que me mandam desafios pelos blogs e eu não acompanho! Juro que não é má-vontade! O meu tempo durante o dia é contadíssimo. Há mil posts que poderia escrever de merdas que me passam pela cabeça, mas não o faço por falta de tempo e depois o timming passa acabo por esquecer as coisas... E por isso tenho uma dificuldade enorme em escrever coisas a pedido! Sei que me desafiam com todo o carinho e eu sinto-me honrada por o fazerem. Mas depois penso que vou tentar mais tarde, amanhã, depois de amanhã, ai que não me posso esquecer e pimbas! Já passou não sei quanto tempo e não escrevi nada...
A Patrícia hoje veio cá oferecer-me porrada por eu não ter ligado pêvas ao desafio que me lançou no blog e eu acagacei-me! E também porque a Patrícia foi a minha primeira seguidora desconhecida! Há muito, muito tempo, era eu uma criança... Lá-lá-lá... Tão ingénua nestas coisas de blogs e a tipa entra-me por aqui dentro! E a mim só me ocorreu: Mas quem é esta e como é que ela veio aqui parar?! Sabia lá eu que havia hipótese de algum desconhecido querer alguma coisa com o meu blog! E pronto... A coisa foi-se dando e, como diz o Fernando Pessoa, primeiro estranhou-se, depois entranhou-se! E lá comecei eu também a seguir o blog dela e pelos vistos a rapariga ainda gosta de cá passar! :)
Adiante... As questões são estas:

1. Qual a viagem da tua vida?
A viagem da minha vida foi sem dúvida quando fui para o Erasmus em Bruxelas! Saí de casa sozinha pela primeira vez, para um país desconhecido, sem saber ainda onde ia dormir. Foi a aventura da minha vida que me transformou para sempre e que recordo com tanta saudade!

2. Se pudesses ser outra pessoa quem serias?
Seria eu mesma mas rica! hahahaha Casada com o mesmo homem, com os mesmos filhos, mas sem ter de contar dinheiro e a poder viajar constantemente! 

3. Quem gostarias que fosse imortal?
Hum... Pode parecer egoísta... Mas acho que me escolhia a mim! Só para poder acompanhar os meus filhos sempre e para sempre! Porque eu acho que, mesmo em adultos, precisamos sempre dos nossos pais! E eu ia gostar de estar sempre lá sempre que eles precisarem!

4. Qual a melhor recordação de infância?
É a primeira! A minha primeira recordação é com o meu Avô que morreu quando eu tinha dois anos e tal... Lembro-me de estar ao colo dele a comer um gelado de chocolate num copinho na praia da Foz, no Porto. De ele me dizer que íamos para casa porque os meus pais iam lá ter para almoçar. Lembro-me do meu Avô me sentar na cadeirinha do carro. Aquelas cinzentas com um braço que baixava para proteger o bebé. E lembro-me que era um carro azul. Eu tinha menos de dois anos. Mais tarde, os meus pais confirmaram-me que o meu Avô me ia buscar todos os Domingos de manhã para irmos passear à praia e que o carro dele era um Volvo azul!

5. Um momento de vergonha?
Um dia em que uma cliente liga para o escritório a pedir o número do FAX e eu respondo: 21 123 16 1Sexo! Quando devia ter dito 16 17! hahahaha Desatei-me a rir de tal forma que tive de lhe desligar o telefone na cara porque não me conseguia controlar! Foi um horror!
6. Um momento de orgulho?
Quando vejo os meus filhos felizes, quando a minha filha diz sff e obrigada, quando eles se portam tão bem à mesa, principalmente quando estamos fora de casa, sinto um grande orgulho no meu trabalho! :)

7. A tua vida dava um filme ou a tua vida é um filme?
A minha vida é definitivamente um filme! Grande parte da culpa é minha! Não é à toa que as minhas amigas me chamam Bridget (Jones)... Não é preciso dizer mais nada, pois não?

8. Amor ou paixão?
Depende dos dias! Às vezes apetece-me Amor, outras vezes apetece-me Paixão! 

9. O que te deixa com um sorriso nos lábios?
Olhar para os meus filhos quando acordo e quando os vou buscar à escola! Um sms ou telefonema do meu marido a meio do dia!

10. De que sentes saudades?
Do tempo antes da crise, do tempo do optimismo, do tempo em que comprava roupa todas as semanas, do tempo em que fazia duas viagens por ano, de sair à noite sem a preocupação de saber se eles estão bem ou que tenho de voltar para casa, de dormir uma noite inteira, de acordar às 11h da manhã...

11. Sentes-te feliz todos os dias???
Felizmente sim! Quando me sinto a resvalar, olho para a minha família e lembro-me da sorte que tenho e que há pessoas bem piores do que eu!

Ufa! Acabou! Duvido que alguém vá ler isto até ao fim! :P

****

10 comentários:

Mamã cá de casa disse...

Li tudinho e adorei conhecer te melhor.

Beijinhos nossos

Patrícia Teodoro disse...

Eu li...e não me venhas com essas merdices ah e tal...que eu te digo...fizeste muito bem em responder...és mesmo balança porra sem margem para dúvidas

Sarah disse...

Também li tudinho hheehhehe
A família somos nós!
Bjs*

célia disse...

Li tudo até ao fim e adorei! Beijinhos

Mariana R. disse...

Eu tb li tudo e gostei bastante :)

Duchess disse...

Tão lindinha! Quando for grande também quero escrever assim!

beijossss

Titanices disse...

Eu também li tudo!! Até vim aqui dizer-te que é bom saber ainda mais algumas coisas sobre ti!! Obrigada pela partilha e bom fim de semana!!

Cláudia disse...

;)

Magda Gomes Dias disse...

Like you, miúda!

Pedro Reis disse...

Li e gostei mto, faz sempre bem, ver ouvir e ler, o q de bem e bom há no mundo!